Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

Na Clássica Internacional de Alcobendas MANCEBO foi o melhor

Um excelente sexto lugar na classificação geral individual, protagonizado por Francisco Mancebo, e um honroso sétimo lugar na classificação por equipas são a face mais visível (e positiva) da participação da Fercase-Paredes Rota dos Móveis em mais uma edição da tradicional clássica de Alcobendas, nos arredores de Madrid, prova pontuável para o calendário internacional da UCI na qual alinharam algumas das principais equipas do pelotão internacional.

Para um percurso bastante mais acidentado do que vem sendo usual, Mário Rocha,
director desportivo da equipa de FERCASE-PAREDES ROTA DOS MÓVEIS, optou por
escalar um grupo de ciclistas capaz de proporcionar bons despiques e de andar sempre na linha da frente. Estamos a poucos dias do Grande Prémio Internacional Paredes Rota dos Móveis e o tempo já não é de ensaios mas sim de afirmação do real valor de uma formação que se reforçou bastante e com valores firmados no seio do pelotão mundial.

E se ninguém esconde que Francisco Mancebo é o nome mais sonante de entre todos, a verdade é que também Eládio Giménez se perfilava como um forte candidato a posição de destaque, tanto mais que já foi 2.º classificado na Geral da Clássica de Alcobendas, em 2004.

No entanto, o primeiro ciclista a estar em evidência acabou por ser José Cuesta, ao terminar na terceira posição a ligação de Alovera a Azuqueca de Henares (104 km) cumprida na manhã de domingo. Um resultado animador tanto mais que na tirada inaugural (um verdadeiro carrossel de montanha) tinha ficado um pouco para trás, comprometendo irremediavelmente toda e qualquer aspiração que pudesse ter. Ainda na segunda etapa, assinale-se o facto de três corredores da formação de Paredes terem chegado nas doze primeiras posições o que valeu à equipa o triunfo colectivo na tirada.

A história da Clássica de Alcobendas foi escrita na primeira etapa (a mais longa -144,7 km), entre Alcobendas e o Alto de Navacerrada, e nela Francisco Mancebo deixou bem claro que se pode contar com ele encontrando-se num momento de forma bem próximo do ideal. A sexta posição na tirada (lugar em que viria a chegar ao final da prova) foi uma demonstração cabal do seu querer e força, apenas suplantado por em ataque fulminante do seu compatriota Ezequiel Mosquera.

Mas no desempenho da formação da FERCASE–PAREDES ROTA DOS MÓVEIS também há a destacar a prestação colectiva na ligação Alcobendas - San Sebastian de Los Reyes, a derradeira etapa, com a equipa a conseguir um bom segundo lugar.

Assim, e em compita com mais 17 formações, a FERCASE–PAREDES ROTA DOS MÓVEIS chegou ao final na sétima posição, bem à frente de formações com outro poderio económico e material.

Segue-se agora a participação no Grande Prémio Internacional Paredes Rota dos Móveis, uma das grandes apostas para a presente temporada da equipa liderada por Mário Rocha, a par da presença na Volta a Portugal em Bicicleta.

CLASSIFICAÇÕES  GERAL INDIVIDUAL
1.º MOSQUERA, Ezequiel          Karpin Galicia   08h09m31s
2.º MARCZYNSKI, Tomasz         Cerâmica Flaminia  a 01m11s
3.º CODOL, Massimo                 Acqua Sapone  a 01m11s
4.º VAZQUEZ, Manuel                Contentpolis  a 01m38s
5.º FARIA, Rui A.                        Benfica  a 01m54s
6.º MANCEBO, Francisco           Fercase/Rota Móveis   a 02m02s
22.º RODRIGUEZ, Gustavo         Fercase/Rota Móveis   a 05m40s
30.º RODRIGUEZ, Alexis            Fercase/Rota Móveis   a 11m00s
39.º CUESTA, J. Manuel             Fercase/Rota Móveis   a 15m29s
40.º CARDOSO, André               Fercase/Rota Móveis   a 15m31s
44.º ISIDORO, Micael                 Fercase/Rota Móveis   a 15m31s
50.º JIMENEZ, Eládio                 Fercase/Rota Móveis   a 15m46S
67.º VAZ, David                         Fercase/Rota Móveis   a 19m51s

POR EQUIPAS
1.º Benfica                                  24h38m20s
2.º Cerâmica Flaminia                 24h41m27s
3.º Andalucia-Cajasur                  24h42m51s
4.º KarpinGalicia                         24h44m47s
5.º Crédit Agricole                       24h45m57s
6.º Acqua Sapone                       24h46m37s
7.º FERCASE/ROTA MÓVEIS     24h47m15s


                                                                                                                            Jorge Gonçalves