Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

IX Grande Prémio Internacional CTT 12 a 15 Junho 2008

 

 

Jimenez ganhou na chegada a Seia mas Nuno Ribeiro é líder

 

O trepador Nuno Ribeiro é o novo líder do Grande Prémio Internacional CTT. O corredor da Liberty Seguros foi segundo na difícil e acalorada chegada a Seia juntando, à bonificação pelo segundo lugar, mais seis segundos por ter ganho duas metas volantes. Com os resultados alcançados na segunda etapa, discutida entre Coimbra e Seia, Ribeiro passou a dispor de 55 segundos de vantagem sobre o segundo classificado da geral, o algarvio Nélson Vitorino (Palmeiras/Resort Tavira).

 

Declaração Nuno Ribeiro (Liberty Seguros):

“A etapa foi bastante dura. A equipa da Liberty esteve bastante bem, tentou defender ao máximo a corrida e não entregá-la aos homens da fuga. Assumimos a corrida no início da subida e penso que estamos todos de parabéns. A subida da Lagoa Comprida é bastante dura. Tem rampas bastante inclinadas, é muito tempo a subir. Mas eu estando bem - como estou, gosto deste tipo de subidas. Defendi-me bem e tentei garantir a posição na frente para depois tentar chegar aqui e ver se conseguia ganhar a etapa. Não ganhei mas foi um óptimo dia”.

 

A etapa de 157,6 Km marcada pela travessia da Serra da Estrela foi ganha pelo espanhol Eladio Jimenez (Fercase/Rota dos Móveis) seguido por Nuno Ribeiro. Os dois foram cronometrados com o mesmo tempo enquanto Vitorino, que claudicou nos derradeiros metros, chegou 23 segundos depois na terceira posição. Foi este trio que dominou os últimos 30 quilómetros apesar da perseguição de alguns homens conotados como favoritos à vitória. Foram também esses homens que melhor ultrapassaram as dificuldades da nova subida de categoria especial traçada pela organização na Lagoa Comprida (Serra da Estrela) e que o director de prova prevê fazer no futuro em versão completa.

 

Declaração Joaquim Gomes:

“Acredito que esta nova escalada, que espero um dia fazer ligando a Lagoa Comprida ao Alto da Torre, é bem mais difícil que outras na Serra da Estrela. Ainda sem dispor de todas as comparações técnicas parece-me que é mais difícil que a subida feita pelo lado da Covilhã, por Seia ou por Manteigas. É uma opinião partilhada pelo Marco Chagas e pelo seleccionador nacional José Poeira.”

 

Depois desta etapa, o russo Eduard Vorganov (Karpin/Galicia), o melhor na nova escalada, manteve a camisola da montanha ainda que a concorrência dos portugueses para os próximos dias seja forte. Eladio Jimenez, ao vencer a etapa desta sexta-feira, chegou ao primeiro lugar da classificação por pontos enquanto o francês Julien El Fares (Cofidis) passou a liderar o prémio da juventude.

 

A etapa deste sábado mantém trepadores em estado de alerta

 

Amanhã realiza-se a terceira etapa da prova continuando a montanha a salientar-se no mapa de percursos do IX Grande Prémio Internacional CTT. Os corredores vão sair de Gouveia, pelas 11 horas, pedalando em direcção a Penafiel. Por volta das 15 horas estará cumprindo o trajecto de 167,7 Km que será concluído junto à Câmara Municipal.