Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

16ª Mostra de Mobiliário Paredes Rota dos Móveis

 

 

O melhor evento de alta decoração e design do norte do país

“Temos de fazer investimentos em tempo de crise para que a economia descole e colhermos os frutos desses investimentos” e “os municípios não se podem demitir da obrigação de criar riqueza”, foram as ideias chave defendidas por Celso Ferreira, Presidente da Câmara Municipal de Paredes na 16.ª Mostra de Mobiliário do concelho, evento que decorreu, de 7 a 15 de Junho, no Pavilhão Rota dos Móveis, em Lordelo.

De acordo com Celso Ferreira, “Paredes dá um claro sinal ao país e ao Governo do que deve ser o desempenho das autarquias no que respeita à economia local”.

O autarca refere que “há dois anos relançámos a Mostra, tinha 2 mil metros quadrados, hoje temos uma feira formatada (cerca de 6 mil metros quadrados), que não há igual no país e que tem dimensão para crescer”.

Considera o espaço de “excelência”, inspirado nas melhores feiras de mobiliário e decoração como sejam Milão, Paris e Madrid.

Vincou que a autarquia encara a Mostra como a melhor forma de promover “a multiplicação de negócios beneficiando, assim, a economia local e regional. Os novos tempos não se compadecem com lamentos. Temos a obrigação de criar riqueza e de ajudar aqueles (os industriais) que garantem o equilíbrio social de um concelho que depende, em larga escala, da indústria do mobiliário”. Trata-se do melhor evento de alta decoração e design.

A edição de 2008 da Mostra de Mobiliário Paredes Rota dos Móveis conta com a participação de 66 expositores, mais 20% do que em 2007, na sua esmagadora maioria oriundos do concelho de Paredes.

O protagonismo foi dado por inteiro ao design, à inovação, às novidades, ao mobiliário e sua integração no ambiente de casa, daí terem sido criadas as melhores condições de exposição, acolhedoras para os expositores/empresas.

Os visitantes foram confrontados com o que de melhor se produz no concelho de Paredes e tiveram a possibilidade de apreciar diferentes propostas dentro do mesmo estilo, num espaço concentrado e propício para a realização de negócios.

Num espaço propiciador de bem estar - aspectos complementares como um restaurante, o espaço kids, um espaço dedicado ao Euro 2008, com ecrã gigante disponível para a transmissão dos jogos, ou a “Cadeira Parade 2008”, original e inédita mostra de cadeiras inspiradas em obras de artistas plásticos internacionais produzidos por alunos das escola EB 2,3 de Cristelo, funcionaram como um todo catalizador de bem-estar e, ao mesmo tempo, motivador.

Decorreram, ainda, nas instalações da Mostra uma conferência subordinada ao tema “A eficiência Energética e o Ambiente na Rota dos Móveis” e um workshop que versou sobre “Soluções de Gestão”.

Trata-se, sem dúvida, do melhor evento de alta decoração e design de mobiliário do norte de Portugal, onde foi possível encontrar as últimas tendências, desde o mobiliário clássico ao contemporâneo, sem esquecer a indústria de estofos (sofás) e o sector de decoração, quartos, salas, cozinhas, salas de estar, estantes, mobiliário de casa de banho, tudo quanto é necessário para mobilar e decorar uma casa com bom gosto e modernidade.

Acompanhado dos vereadores, de Elsa Leite, presidente da Associação Empresarial de Paredes, (parceira na organização deste certame) entre outras personalidades, Celso Ferreira visitou todos os espaços de exposição e trocou impressões com os industriais, deixando claro que a forte aposta nas Mostras Paredes Rota dos Móveis é para continuar.

“Crescemos bastante nos dois últimos anos e estou certo que iremos continuar a inovar, surpreendendo tudo e todos. Esta Mostra é bem o exemplo do muito que pode ser feito e do quanto ainda pudemos surpreender aqueles que ainda desconhecem a nossa vontade de fazer mais e melhor”, assegurou.

Foi possível traçar o perfil dos principais visitantes da Mostra, com claro predomínio para a região Centro (eixo Viseu/Aveiro) e para a Galiza que proporcionou um interessante afluxo de potenciais clientes. Registaram-se visitantes do Algarve e Lisboa. Como curiosidade assinale-se, ainda, a presença de visitantes provenientes de Itália e França, algo que constitui recompensa para o esforço promocional desenvolvido.

Mais do que visitar por visitar, notou-se que quem demanda o espaço da Mostra procura oportunidades de negócio e vem disposto a investir em mobiliário de design e qualidade, de acordo com as características do evento.

A 16.ª Mostra de Mobiliário Paredes Rota dos Móveis foi, pois, um evento de prestígio com preocupação no valor acrescentado, na qualidade dos produtos e dos ambientes, tudo isto com a garantia total de fabrico nacional.

A Mostra recebeu cerca de 24700 visitantes de todos os pontos do país, incluindo as ilhas, espanhóis, franceses e italianos.

Importa referir que os expositores ficaram muito satisfeitos com a organização, em termos de campanha de divulgação, organização, etc.

A Mostra afirma-se cada vez mais como um evento nacional de grande prestígio e elevado design e requinte.

 

Cadeira Parade 2008

 

40 cadeiras e 1 mesa transformadas em obras de arte é a melhor definição que se pode dar da exposição Cadeira Parade 2008, apresentada pela 1ª vez nesta Mostra de Mobiliário Paredes Rota dos Móveis.

Para o efeito, estudantes e professores da escola EB 2, 3 de Cristelo trabalharam cadeiras oferecidas por várias empresas de mobiliário do concelho, redesenharam-nas, transformaram-nas e criaram obras de arte originais, inspiradas em trabalhos de artistas plásticos internacionais. O resultado é inesperado e arrebatador.

Design, cor e genialidade são o resultado.

 

 

Protocolo com AEParedes

 

No âmbito da 16.ª Mostra de Mobiliário, o Município de Paredes celebrou um protocolo de colaboração com a Associação Empresarial de Paredes, que tem como objecto a realização de actividades com vista à promoção da marca Paredes Rota dos Móveis; de apoio à dinamização e promoção do comércio e serviços do concelho; de apoio à captação de projectos de investimento para o concelho; actividades de apoio à indústria nas áreas da promoção, inovação e desenvolvimento tecnológico; desenvolvimento de projectos de cooperação e de conjunto para resolução de problemas específicos das empresas concelhias e elaboração, concepção e execução de planos de formação para a população não activa na vertente de dupla certificação, escolar e profissional.

De acordo com o protocolo, a Câmara Municipal compromete-se a apoiar as actividades desenvolvidas disponibilizando meios e logística e comparticipando financeiramente, com cerca de 400 mil euros, de acordo com o Plano e Orçamento Anual de Actividades.

Neste sentido, no âmbito deste protocolo celebrado entre as duas entidades, a Câmara Municipal vai apoiar financeiramente um conjunto de actividades com vista à promoção do concelho e dinamização das actividades económicas do comércio, serviços e indústria para este ano.