Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

FERCASE-PAREDES ROTA DOS MÓVEIS EM PLANO ACEITÁVEL

Nuns Campeonatos Nacionais marcados pelo entusiasmo popular

A emoção do ciclismo ao mais nível voltou a invadir as ruas e estradas do Concelho de Paredes com a realização dos Campeonatos Nacionais de Estrada e de Contra-relógio. E se a prestação da FERCASE-PAREDES ROTA DOS MÓVEIS  se pode considerar aceitável, com André Cardoso a ser o melhor (quinto) no exigente circuito da prova individual, a maior vitória vai por inteiro para o público que (mais uma vez) emprestou uma invejável moldura humana a um evento que é bem do agrado da população paredense.

Organizados pela PAD/LagosSport, os Campeonatos Nacionais de Ciclismo de Estrada realizaram-se, este ano, no concelho de Paredes e o mínimo que se pode dizer é que a FERCASE-PAREDES ROTA DOS MÓVEIS tudo tentou para aproveitar o facto de correr em casa e perante o seu público, procurando confirmar o seu bom momento de forma e marcar posição na discussão dos títulos em disputa.

Acabou por não ser muito feliz na concretização destes seus intentos se bem que não se possa escamotear o excelente resultado que constitui a quinta posição na "Geral" de André Cardoso, um trepador nato e que fez juz à sua condição de vencedor da Montanha na Volta a Portugal do ano transacto.

A história dos "Nacionais" começou a ser escrita no sábado, dia em que se discutiu o título de contra-relógio, num percurso com 27,6 km com partida e chegada ao Parque da Cidade de Paredes. Entre as quase duas dezenas de ciclistas pontificavam Joaquim Andrade e Edgar Anão, os quais se viram impedidos de fazer melhor por força de arreliadores contratempos que comprometeram em definitivo toda e qualquer aspiração que pudessem alimentar. Enquanto Joaquim Andrade furou, Edgar Anão foi vítima de avaria mecânica numa altura em era detentor do melhor tempo intermédio.

Mesmo assim, realce para o honroso nono lugar de Andrade, ele que é, apenas, o mais velho corredor do pelotão nacional e que deu uma prova clara de como é possível preservar intactas todas as suas capacidades quando se é um profissional na verdadeira acepção da palavra.

Já para domingo, na prova de estrada, a história prometia ser outra uma vez que era reconhecida a dificuldade do percurso, em tudo idêntico ao da derradeira etapa da derradeira edição do Grande Prémio Internacional Rota dos Móveis.

Num circuito pejado de dificuldades, o que acabou por ditar a desistência de metade dos ciclistas que alinharam à partida, André Cardoso foi o melhor da equipa da casa, chegando no honroso quinto lugar, a escassos segundo de outro homem da terra - Cândido Barbosa - que se viu desapossado do título que lhe pertencia desde o ano passado. Virgílio Santos, foi o segundo melhor da formação da FERCASE-PAREDES ROTA DOS MÓVEIS, também ele dentro do top-10. Aliás, registe-se que a equipa da casa conseguiu colocar cinco dos seus ciclistas entre as vinte primeiras posições, o que prova o bom apuro de forma que o grupo atravessa.

Segue-se agora um período de relativa acalmia competitiva, regressando a FERCASE-PAREDES ROTA DOS MÓVEIS à estrada para alinhar no Grande Prémio Joaquim Agostinho, a que se seguirá uma deslocação a Espanha para participar na Volta a Madrid.

JIMENEZ E MANCEBO NO PELOTÃO

O espanhol Alejandro Valverde (Caisse d'Epargne) sagrou-se ontem campeão nacional espanhol após bater, por um segundo, Oscar Sevilla, da Rock&Racing. Na terceira posição dos circuitos de Talavera de la Reina, a 1m04, quedou-se o galego Oscar Pereiro, igualmente da Caisse d'Epargne. Por sua vez, Eládio Jimenez foi 16.º numa prova prova em que Francisco Mancebo se quedou pela 30.ª posição.

CLASSIFICAÇÕES - ESTRADA

1.º João Cabreira             LA-MSS                        3h49m07s
2.º Tiago Machado           Madeinox-Boavista                a 51s
3.º Cândido Barbosa        Benfica                        a 1m13s
5.º André Cardoso            Fercase-Rota Móveis        a 1m22s
9.º Virgílio Santos             Fercase-Rota Móveis        a 2m03s
15.º Micael Isidoro            Fercase-Rota Móveis        a 5m49s
16.º David Vaz                  Fercase-Rota Móveis        a 6m05s
19.º Bruno Barbosa          Fercase-Rota Móveis        a 6m16s
22.º Joaquim Andrade      Fercase-Rota Móveis         a 11m24s

CONTRA-RELÓGIO
1.º Sérgio Paulinho          Astana                        36m27s
2.º Tiago Machado           Madeinox-Boavista                a 02s
3.º Hélder Oliveira            Barbot-Siper                a 01m10s
9.º Joaquim Andrade        Fercase-Rota Móveis         a 02m.38s
14.º Edgar Anão                Fercase-Rota Móveis         a 03m26s