Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

População de Paredes aderiu aos rastreios no âmbito do “Mês do Coração”

 

 

Balanço extremamente positivo
 
A Câmara Municipal de Paredes e o Hospital da Misericórdia fizeram um balanço extremamente positivo da iniciativa “Mês de Maio – Mês do Coração” que teve como objectivo proporcionar à população paredense um conjunto de rastreios ao longo daquele mês.
A apresentação deste balanço decorreu em conferência de imprensa e contou com as presenças do Presidente da Câmara Municipal de Paredes, Celso Ferreira, do vereador responsável pelo pelouro da Cultura, Pedro Mendes, de Joaquim Merino em representação do Hospital da Misericórdia, e do director clínico, Raimundo Martins.
Apresentados os primeiros dados de um estudo realizado no âmbito dos rastreios que tiveram lugar no Mês de Maio – Mês do coração – uma parceria do Hospital da Misericórdia de Paredes e Câmara Municipal de Paredes.
Importa referir que foram efectuados rastreios a 1226 utentes, o que corresponde a 2 por cento da população paredense e realizado um estudo com base nos resultados e teve como objectivo fazer uma análise da situação das patologias cardíaca/vascular da população paredense.
O Presidente da Câmara Municipal de Paredes, Celso Ferreira, mostrou-se visivelmente satisfeito, “não só pela originalidade da iniciativa, mas também pela quantidade de população que aderiu à mesma”.
Referiu que as parcerias são sempre bem-vindas, se proporcionarem mais bem-estar e melhor qualidade de vida à população.
Avançou que a autarquia irá desenvolver mais parcerias com o Hospital da Misericórdia de Paredes, de forma a assistir os cerca de 3500 jovens que a autarquia já apoia, no âmbito da formação desportiva.
De acordo com Joaquim Merino, a iniciativa correu “muito bem e a participação da população foi muito forte”.
Revelou que “está criada uma empatia muito forte entre o Hospital da Misericórdia e a Câmara Municipal de Paredes”.
No mesmo sentido e segundo o director clínico “estamos muito satisfeitos por prestar à comunidade um serviço de prevenção cardio-vascular e verificar que há uma resposta positiva”.
Raimundo Martins realçou a facilidade de se estabelecer parcerias com a autarquia paredense. “O Hospital da Misericórdia de Paredes quer contribuir para melhorar a saúde no concelho”.
Importa referir que o estudo revelou que 37 por cento da população - com base naquela amostra - sofre de hipertensão arterial; há uma percentagem substancial de colesterol elevado; muitas pessoas sofrem da diabetes ou de pré-diabetes, sendo que, segundo aquele director clínico algumas não desconhecem que têm estas alterações; e 35 por cento revelou alterações no exame electrocardiograma.
Para aquele especialista “conseguir que as pessoas verifiquem a tensão arterial já é um primeiro passo para reduzir o risco de AVC”.
Raimundo Martins lançou um repto à Câmara Municipal de Paredes para que possa dar o seu contributo, para que se diminua a quantidade o teor de sal nas padarias do concelho - progressivamente até 2012.

 

                                                                                                                     Gabinete de Comunicação da

                                                                                                                     Câmara Municipal de Paredes