Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

FERCASE - PAREDES ROTA DOS MÓVEIS "ESTUDA" TODOS OS PORMENORES

 

Com bastante bom humor, Francisco Mancebo foi o alvo de todas as brincadeiras quando "acampou" no seu quarto durante o estágio que antecede a Volta a Portugal. Afinal trata-se de mais um inovador método de trabalho.

 

Olhos postos na Volta a Portugal

À medida que se aproxima a data de realização da Volta a Portugal em Bicicleta,
intensifica-se a preparação, estudando-se ao mais ínfimo pormenor todos os detalhes para que a participação na "prova rainha" da velocipedia portuguesa possa ser coroada de êxito.
Também no seio da formação da FERCASE-PAREDES ROTA DOS MÓVEIS esses procedimentos são regra e a equipa já se encontra concentrada nas tarefas que se avizinham, tendo as mesmas começado a ser implementadas logo no dia a seguir ao término do Grande Prémio Barbot.
A partir do seu "quartel-general" a FERCASE-PAREDES ROTA DOS MÓVEIS desdobra-se em jornadas de reconhecimento do traçado, tendo o primeiro dia sido dedicado, quase em exclusivo, à região de Mondim de Basto e à mítica escalada da Senhora da Graça.
Mas o trabalho também se manifesta a outros níveis, as mais das vezes com recurso a tecnologia sofisticada a qual justifica ainda reacções de algum espanto. É o caso da "tenda" instalada no quarto reservado a Francisco Mancebo, a qual é capaz de simular
situações de altitude. Dito de outra forma, e com o recurso a meios técnicos consideráveis, dentro desta "tenda" foi reduzido o teor de oxigénio, por forma a criar condições em tudo iguais às que os atletas encontram em altitudes bem mais elevadas. Trata-se de um método de trabalho absolutamente natural e normal entre as grandes equipas de nível mundial, a que a FERCASE-PAREDES ROTA DOS MÓVEIS também aderiu procurando criar as condições necessárias para que "na hora da verdade" tudo possa correr pelo melhor.
Esta estratégia, segundo Mário Rocha, mais não visa do que "proporcionar aos nossos ciclistas as melhores condições de trabalho, em tudo condizentes com a ambição com que iremos encarar a Volta a Portugal, prova na qual temos claramente uma palavra a dizer em termos de luta pelas diferentes classificações".
Para os próximos dias estão previstas outras jornadas de reconhecimento as quais
incluirão passagem pela Serra da Estrela.