Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

Felgueiras: Festividades em Honra de Santa Maria de Airães (12 a 15 de Agosto de 2011)

Decorrem, como habitualmente, durante este fim-de-semana, de 12 a 15 de Agosto, as Festividades em Honra de Santa Maria de Airães.
Destaque para o Programa Religioso, motivo de especial devoção desta freguesia de Airães, que incluirá:
Dia 14 de Agosto, às 21H - Procissão Solene de Velas
Dia 15 de Agosto, às 11H - Celebração Eucarística Solene
Dia 15 de Agosto, às 18H30 - Procissão Solene em honra de Santa Maria de Airães


A Comissão de Festas propõe, ainda:
Sexta, 12 de Agosto, às 22H - Actuação Musical da Banda VATIKANO
Sábado, 13 de Agosto, às 20H30 - II Expo-Car Audio
Sábado, 13 de Agosto, às 22H - Espectáculo Musical com DULCE GUIMARÃES
Domingo, 14 de Agosto, às 23H - Actuação dos Grupos "Amigos das Concertinas de Airães" e "Estrelas do Paraíso"

Nota Histórica ao Culto de Santa Maria de Airães
O culto a Santa Maria de Airães já tem mais de oito séculos, havendo referências ao orago da freguesia em documentos de 1220.
Não tendo havido, ao longo dos séculos, a mudança do padroeiro principal da freguesia, tendo-se mantido o culto a Santa Maria, fará supor que também a localização da Igreja nunca teria sido alterada.
É provável que estas festividades tivessem ocorrido a 18 de Dezembro, honrando particularmente a Sua Maternidade Divina, como preparação para a Festa do Natal.
Posteriormente, com a introdução de novas festas marianas para honrar os mistérios e privilégios principais da Virgem Maria, sobretudo nos séculos XVII e XVIII, foi-se esquecendo a antiga festa de 18 de Dezembro, passando-se a honrar a Assunção da Virgem Santa Maria, a 15 de Agosto.
Daí a explicação da principal imagem da Padroeira de Airães nada ter a ver com a representação da Assunção, sendo, anterior à mudança da data da celebração litúrgica festiva nesta terra.
Como só em 1882 a Paróquia de Airães passou de Barga para o Porto, seguiu a tradição bracarense de manutenção do Topónimo principal em Santa Maria de Airães, ao invés da provável Nossa Senhora da Assunção de Airães.