Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

Lousada na BTL 2012 – Feira Internacional de Turismo

O concelho de Lousada vai estar presente na Bolsa de Turismo de Lisboa, desde ontem até ao próximo fim de semana, dia 4. Para além dos expositores de centenas de destinos de todo o mundo, o programa da BTL 2012 inclui também workshops temáticos, apresentações de destino, provas gastronómicas, ou apresentações culturais.

Integrado no stand da Entidade de Turismo Porto e Norte, o concelho de Lousada vai mostrar os seus produtos locais, na quinta-feira e, na sexta-feira, os desempregados são convidados a visitar a BTL .

Lousada: Semana da leitura na Biblioteca de 5 a 9 de março

“A leitura não tem idade”

 

A Biblioteca Municipal de Lousada assinala a Semana de Leitura de 5 a 9 de março em que o mote é “A leitura não tem idade”. Assim, durante estes dias vão ser realizadas atividades diversificadas alusivas à temática.

De 2 a 6 de março vai estar em exposição “Escritores e Lousada”, que vai estar patente das 9h30 às 12h00 e das 13h30 às 18h00. A exposição vai ser inaugurada na sexta-feira, dia 2, pelas 15h30.

No dia 5 a atividade prende-se com a visita dos alunos da EB 1 de Mourinho à Biblioteca para participarem na Hora do conto “Ler é divertido” de Tod Parr, em braille, na voz de José Maria Marques.

No dia 7, quarta-feira, realiza-se um encontro intergeracional pelas 14h30, com a participação do Movimento Sénior de Silvares e o Jardim de Infância de Mós Silvares.

Amanhã, apresentação do programa Rampa em Lousada

A Câmara de Lousada vai apresentar amanhã publicamente o Plano de Promoção da Acessibilidade, pelas 18h00. A iniciativa vai ter lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com a intervenção do Presidente da Câmara, Dr. Jorge Magalhães.

O Plano Local de Promoção da Acessibilidade assume-se como um plano estratégico que tem como objetivo a melhoria da acessibilidade no município, bem como o desenvolvimento de ações de sensibilização, formação e participação, envolvendo populações, associações e entidades locais de modo a inserir dinâmicas municipais capazes de manter este desígnio cívico de município inclusivo na agenda de trabalho de toda a comunidade.

O concelho de Lousada continua a projetar as acessibilidades como um ponto fundamental para todos.

Para a vereadora da Ação Social, Dra. Cristina Moreira, “a candidatura a este projeto teve sempre como finalidade proporcionar melhor qualidade de vida aos seus cidadãos que residem, trabalham ou o visitam”. A aprovação da candidatura ao Programa RAMPA (Regime de Apoio aos Municípios para a Acessibilidade), conseguida pela autarquia, vai permitir ao município dar continuidade às práticas pioneiras em Portugal em matéria de acessibilidade, reforçando o trabalho já efetuado.

Ações de sensibilização para a população

Existem várias ações que vão iniciar-se e outras que vão ter continuidade como é o caso das sensibilizações nas escolas para o ano letivo 2012/2013, sendo destinadas a alunos, professores e outros agentes do sistema educativo. Também ao nível do comércio, turismo e transporte estão pensadas ações de sensibilização, tal como para as juntas de freguesia.

As ações de formação vão também contemplar técnicos dos organismos de Administração Pública Central e Local e também gabinetes de locais de engenharia e arquitetura, empresas e associações.

CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES LANÇOU OBRA DO NOVO PAVILHÃO POLIDESPORTIVO DE VILELA

Projeto orçado em cerca de 600 mil euros deverá ficar concluído já no próximo mês de setembro, estando localizado junto ao novo Parque Urbano de Vilela

 

Apenas uma semana depois de apresentar o projeto do Complexo Desportivo de Gandra, o Município de Paredes, através do seu presidente, Celso Ferreira, assinalou no passado sábado o lançamento oficial de mais um pavilhão polidesportivo no concelho, desta vez localizado na freguesia de Vilela.

Integrando a rede de equipamentos desportivos de proximidade, o novo Pavilhão de Polidesportivo, um dos seis que a autarquia vai construir até final deste ano, servirá não só a população de Vilela como também da vizinha freguesia de Duas Igrejas.

“Como é óbvio, não temos recursos para construir um pavilhão em cada uma das 24 freguesias do concelho, mas podemos e devemos articulá-los numa lógica de proximidade, construindo este tipo de equipamentos onde realmente fazem falta. E Vilela era, seguramente, uma das freguesias que mais necessitava deste pavilhão”, afirmou Celso Ferreira na cerimónia que marcou o lançamento oficial desta obra, orçada em cerca de 600 mil euros e com prazo de execução de nove meses.

“Se tudo correr como previsto, julgo que em setembro ou outubro poderemos inaugurar este complexo, que terá condições ímpares para a prática de todas as modalidades oficiais indoor, do voleibol ao basquetebol, do futebol ao andebol, do hóquei em patins ao ténis”, enumerou o presidente da autarquia.

 

Numa cerimónia que juntou perto de uma centena de pessoas, José Ferreira da Cruz, presidente da Junta de Freguesia de Vilela, agradeceu o empenho da autarquia na concretização deste projeto, “pois era um equipamento que muito falta fazia a esta comunidade e, particularmente, à nossa juventude. Por isso, ver hoje esta obra nascer aqui é para mim um motivo de grande alegria e orgulho”, admitiu o autarca.

Pág. 7/7