Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

Câmara de Paredes junta idosos em desfolhada

A Câmara Municipal de Paredes, no âmbito do programa Movimento Sénior em parceria com o Centro Social e Paroquial de Recarei organizou, esta quinta-feira, 6 de outubro, uma Desfolhada para os idosos da IPPS´s do Concelho.

Depois da Festa da Vindimas e da comemoração do Dia Internacional do Idoso, mais de 250 idosos juntaram-se em Recarei para revisitar uma das tradições agrícolas mais antigas de Portugal com a recriação de uma desfolhada.

A tarde de convívio iniciou-se com a receção de todos os idosos oriundos 13 das IPSS´s que participaram nesta iniciativa, seguindo-se a desfolhada com animação musical.

A iniciativa terminou com a entrega de lembranças às IPSS´s e o já tradicional lanche e baile para todos os participantes.

Saúdo todas as IPSS´s aqui presentes e aproveito esta oportunidade para louvar o trabalho que desenvolvem em prol dos seus utentes e que através do Movimento Sénior tornam o Concelho de Paredes mais dinâmico. Depois de revisitar as vindimas, recuperamos a tradição da Desfolhada.” salienta Hermínia Moreira, Vereadora do Pelouro de Ação Social da Câmara Municipal de Paredes.

CM Paredes

 

PAREDES HOMENAGEIA DEPUTADOS DO CONCELHO COM MEDALHA DE OURO DO MUNICÍPIO

sessão_5_outubro_2.jpgManuel Moreira, Granja da Fonseca, Maria João Fonseca, Raquel Coelho e Conceição Bessa Ruão, os cinco deputados que representaram o concelho de Paredes na Assembleia da República desde o 25 de abril de 1974, foram homenageados, na manhã desta quarta-feira, 5 de outubro de 2016, pela Câmara Municipal de Paredes. Receberam das mãos do Presidente Celso Ferreira a Medalha de Ouro do Município, em cerimónia realizada no Salão Nobre dos Passos do Concelho.

O dia foi escolhido pela carga simbólica do 106.º aniversário da Implantação da República. Para celebrar a República e acima de tudo a Democracia, a Câmara Municipal de Paredes decidiu fazer esta homenagem a todos aqueles que, residindo em Paredes, tiveram assento como deputados na Assembleia da República, precisamente um dos pilares em que assenta a nossa democracia.

Celso Ferreira abriu a sessão. “O concelho de Paredes é o 27.º de Portugal em população entre os 308 que constituem o território nacional. É um concelho grande e é de justiça que tenha representantes na Assembleia da República. Todos os partidos têm de ter consciência de que Paredes tem de ter representação parlamentar. Faço o apelo a que os líderes dos partidos locais tenham candidatos em lugares elegíveis nas listas para deputados”, fez questão de realçar.

“Estamos aqui para honrar os homenageados. Nunca esqueceram que, sendo eleitos pelo círculo do Porto, a sua agenda era a da terra. Não será nunca a disciplina parlamentar que nos fará deixar de defender Paredes. Estes homenageados representaram a República no órgão mais importante, a Assembleia do Povo, a Assembleia da República. Viva Portugal, viva Paredes!”, concluiu o edil.

A ordem cronológica foi a estabelecida para as homenagens e Manuel Moreira, o primeiro Deputado por Paredes, foi naturalmente o primeiro a receber a Medalha de Ouro do Município. “Foi há 36 anos, tempos em que tudo era mais lento e mais difícil. Mas lá se conseguiu representar o concelho e é importante que as comunidades sejam representadas, porque estão mais próximas de um poder que pode mais. Agradeço esta homenagem, especialmente ao Sr. Presidente da Câmara, Dr. Celso Ferreira, pela lembrança que tem tido pelas pessoas da comunidade”, enalteceu.

Granja da Fonseca foi o homenageado seguinte. “Agradeço esta lembrança e a data não poderia ser melhor. Quero também dizer à minha família que lhes agradeço todo o apoio. E não escondo o orgulho em dizer que tenho um irmão que foi 12 anos Deputado à Assembleia da República e também a minha filha mais velha, que contribuiu para a elevação a cidade de três freguesias do concelho de Paredes: Gandra, Lordelo e Rebordosa”, referiu com orgulho.

E foi precisamente a filha, Maria João Fonseca, a receber em seguida a Medalha de Ouro de Município de Paredes, ela que foi a primeira mulher eleita para a Assembleia da República pelo concelho. “Agradeço ao Senhor Presidente da Câmara esta homenagem por ter sido deputada em representação de Paredes na Assembleia da República. Lembro-me de todas as segundas-feiras em que estive no Gabinete do Deputado para ouvir e ajudar cada Paredense nos seus problemas. Contudo, não posso deixar de mencionar que o auge da minha participação como Deputada foi ter sido relatora e ter apresentado, em Plenário, o Parecer da Comissão de Execução Orçamental sobre a Proposta de Orçamento de Estado para 2004. E tenho também a agradecer aos meus pais os valores que me transmitiram… de liberdade democrática, de luta pela Paz, de saber respeitar e de admirar os homens e mulheres que lutaram pela democracia representativa como Francisco Sá Carneiro”, afirmou.

Seguiu-se Raquel Coelho: “As pessoas têm características. De coragem ou cobardia, de desprezo ou virtude... E são estas características que definem quem representa. Foi aqui, neste palco (Salão Nobre da Câmara Municipal de Paredes), porque a vida é uma representação, que fiz tarimba. Percorri por 12 anos a minha vida política. Na Assembleia da República, percorri outros corredores e abracei outros desafios. Pela defesa que fiz da terra e da educação à qual dediquei a minha vida, sobretudo à educação especial, é por isso que estamos aqui hoje. E por isso, as minhas palavras de agradecimento a Celso Ferreira, neste dia tão simbólico e adequado. Por ter pautado o seu mandato por uma marca consistente de agradecimento a todos os que se distinguiram em Paredes. E à minha família, hoje aqui toda junta pela primeira vez na minha vida pública, os meus agradecimentos”.

A cronologia ditou que Conceição Bessa Ruão fosse a última homenageada, que começou o seu discurso por recordar um momento da história do PSD com valor simbólico para os paredenses: “O primeiro aniversário do PSD foi celebrado em Paredes, aqui em frente à Câmara, junto à coluna da Praça José Guilherme, na companhia de Francisco Sá Carneiro e com um bolo de coco comprado num supermercado local e que comemos aos pedaços”. Falou depois do seu percurso parlamentar e terminou a agradecer a homenagem.

Finda a Sessão Solene, os convidados posaram para uma fotografia que registou o momento para a posteridade nas escadas do edifício da Câmara Municipal de Paredes.

 

Sobre os homenageados

Manuel Moreira nasceu em Rebordosa, a 11 de Setembro 1943, e foi o primeiro Deputado à Assembleia da República eleito por Paredes, pela Aliança Democrática (PSD, CDS, PPM), na legislatura de 1979 a 1982. Bancário de profissão, desempenhou paralelamente diversos cargos de relevo ao serviço da comunidade, de vereador a vice-presidente e presidente da Mesa da Assembleia-Geral da Associação para o Desenvolvimento de Rebordosa, passando pela vice-presidência da Associação de Futebol do Porto. Esteve ainda ligado à criação dos Bombeiros Voluntários de Rebordosa e é atualmente o Presidente do Concelho de Administração da cooperativa A Celer.

Granja da Fonseca nasceu a 17 de agosto de 1949, em Fornelos, Santa Marta de Penaguião, e tornou-se, em 1982, já em Paredes, no Chefe de Repartição de Finanças mais novo de Portugal, tornando-se, em 1993,no primeiro Presidente da Câmara eleito pelo PSD no concelho de Paredes, cargo que ocupou durante 12 anos. Foi ainda Presidente do União Sport Club de Paredes e Presidente do Conselho Fiscal do Emaús – Associação de Apoio ao Deficiente Mental de Paredes. Foi o segundo deputado de Paredes à Assembleia da República, eleito em 1999, e é, desde 2005, Presidente da Assembleia Municipal de Paredes.

Maria João Fonseca foi a primeira Deputada por Paredes. Nasceu a 8 de abril de 1972, no Hospital da Régua, e mudou-se com a família para Paredes, em 1983. Licenciou-se em Economia na Faculdade de Economia do Porto e, a 8 de abril de 2003, foi chamada a apresentar-se no dia seguinte na Assembleia da República para assumir o cargo de Deputada, cargo que exerceu até 2005. Da sua passagem pelo Parlamento, de destacar a participação na Comissão de Trabalho que tornou possível a elevação de Lordelo, Rebordosa e Gandra a cidade; e Baltar, Recarei, Sobreira, Sobrosa e Vilela a vilas. Em 2012, voltou a ser indicada como Deputada, sendo chamada a exercer funções em 2014, altura em que renunciou ao cargo por motivos familiares. É Diretora do Departamento de Desenvolvimento das Atividades Económicas na Câmara Municipal de Paredes, Presidente da Direção do EMAÚS e da Assembleia Geral da Associação Desportiva de Patinagem Artística de Paredes.

Raquel Coelho nasceu a 8 de setembro 1958, na freguesia de Miragaia, no Porto. Vive em Cete há 40 anos. Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, é professora do ensino secundário desde 1981 e integrou a equipa do Departamento Técnico e Pedagógico da Direção Regional de Educação do Norte de 1990 a 1993.

Foi Adjunta do Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Paredes de 1994 a 1997, tendo depois ali exercido, de 1998 a 2005, o cargo de vereadora dos Pelouros da Educação, da Juventude e da Cultura. Foi Deputada à Assembleia da República de 2009 a 2011. Está, desde 2006, ligada ao Ensino Superior, na Universidade Portucalense e participa também ativamente na vida associativa e social do concelho de Paredes, onde foi Presidente da Assembleia Geral dos Bombeiros Voluntários de Cete, apoiando igualmente várias instituições de cariz religioso, cultural e social, em especial na freguesia de Cete.

Conceição Bessa Ruão nasceu a 28 de agosto de 1954, em Paredes. Frequentou o Magistério Primário de Braga, concluindo o curso em 1972. Foi professora na Escola do Magistério Primário de Penafiel durante 17 anos, e depois professora do ensino primário em diversas freguesias do concelho de Paredes. Em julho de 1987, concluiu o curso de Direito, pela Universidade Portucalense, tendo exercido funções de assistente e regente universitária em diversas áreas do Direito. Foi Chefe de Gabinete no primeiro Governo de maioria absoluta de Cavaco Silva e exerceu funções no setor privado como Diretora de Recursos Humanos no Jornal de Notícias, assumindo a coordenação nacional do Grupo Lusomundo e PT Multimédia. Em 2004 integrou a comissão executiva do Instituto Português da Juventude, sendo Vice-Presidente até 2007. Em 2009, voltou ao setor privado industrial até junho de 2011, data em que assumiu as funções de Deputada à Assembleia da República. Voltar a estar como deputada na atual Legislatura, funções presentemente estão suspensas.

CM Paredes

 

Lousada: Seminário “Gestão de Pistas de Atletismo” no sábado

No sábado, dia 8 de outubro, realiza-se no Complexo Desportivo de Lousada, o seminário designado “Gestão de Pistas de Atletismo”.

Esta formação tem como destinatários dirigentes de clubes e associações de atletismo, treinadores, gestores de complexos desportivos municipais e técnicos das autarquias.

Com a realização deste seminário pretende-se identificar e conhecer as caraterísticas específicas deste tipo de instalação desportiva, bem como os diferentes sistemas e técnicas construtivas utilizadas numa instalação de atletismo.

São ainda objetivos deste encontro identificar, conhecer e estabelecer procedimentos de manutenção de uma instalação de atletismo e preparação de atividades.

O valor da taxa de inscrição é de 20€, que inclui o almoço de trabalho. As inscrições devem ser efetuadas através do link https://goo.gl/forms/YfHa0Q9QPrnI9JLl1. De destacar ainda que a formação é creditada.

CM Lousada

 

Câmara de Lousada numa parceria com a Universidade de Aveiro promoveu o Eurobirwatch

A Câmara de Lousada numa parceria com a Universidade de Aveiro promoveu o Eurobirwatch no domingo de manhã.

O grupo com cerca de 20 participantes que, pelas 8h30, estava no Parque de Vilar teve como objetivo a observação de aves. Munidos de binóculos os participantes tiveram a oportunidade de caminhar e observar as aves.

O programa BioLousada é promovido pela Câmara Municipal de Lousada em parceria com a Universidade de Aveiro, e com apoio da Associação BioLiving.

Com as inscrições esgotadas esta iniciativa que se realiza na Mata no Parque de Vilar assume-se como um dos maiores eventos europeus de observação de aves. Os participantes vão ter a oportunidade de aprender mais acerca das aves que cruzam os céus de Lousada.

Para o Vereador do Ambiente, Dr. Manuel Nunes, “o Biolousada pretende ser um meio para levar a biodiversidade até às pessoas, dando a conhecer a realidade daquilo que é o nosso território. Pretende-se com esta e outras ações fazer do nosso concelho um laboratório em constante mutação e de produção de conhecimento”.

A primeira atividade neste contexto foi relativa à “Noite dos Morcegos” e realizou nos dias 16 e 17 de setembro, no Parque de Casais.

A próxima iniciativa tem como temática “À descoberta dos anfíbios”, no dia 12 de novembro, pelas 20h30, em Pias e Meinedo. A ação é uma saída de campo noturna em busca dos lugares onde vivem os misteriosos anfíbios de Lousada.

As iniciativas contam com o apoio de biólogos da Universidade de Aveiro que, no âmbito do projeto IMPRINT+, estão a trabalhar em permanência no terreno, inventariando e catalogando toda a fauna e flora da região.

As atividades são grátis e abertas a todos os interessados. Para inscrições e informações adicionais os interessados devem consultar o facebook, facebook.com/cmlousada, e sítio da Câmara Municipal, www.cm-lousada.pt.

CM Lousada

 

Alunos de Lousada participam em projeto europeu

 

Lousada acolheu um grupo de 60 alunos provenientes da Dinamarca, Inglaterra, Grécia, Turquia, Alemanha e Eslovénia, que fazem parte do projeto europeu Erasmus+ "Happiness in lifelong learning", que significa “Felicidade ao longo do processo de aprendizagem”.

Alunos e professores juntaram-se aos parceiros de Lousada que representam o Agrupamento de Escolas de Lousada.

O Agrupamento de Escolas de Lousada é parceiro do Erasmus+ desde setembro de 2015 contando com o envolvimento de 20 alunos, com idades compreendidas entre os nove e os 17 anos, que participam nos intercâmbios. Existe a particularidade das turmas desses mesmos alunos se envolverem também nas várias atividades.

Durante os dias em que permaneceram em Lousada, de 26 a 30 de setembro, tiveram a oportunidade de participar em visitas culturais na Vila e também no Porto. A Caça ao Tesouro na Torre de Vilar, a visita à Casa Museu de Vilar, a participação em workshops de pintura, matemática, química, música, foram também atividades que permitiram um intercâmbio mais produtivo.

Para a docente da Escola Secundária de Lousada que está responsável pelo projeto, em Portugal, Dra. Ana Paula Mendes, “este mereceu mais atenção devido ao tema "Happiness in lifelong learning". De facto, as pessoas envolvidas no projeto desenharam-no partindo da premissa que alunos felizes e motivados aprendem melhor e que é possível aproximar a escola dos seus interesses conseguindo melhores resultados e mais motivação, em que também os encarregados de educação se envolvem”.

Ainda na opinião da Dra. Ana Paula Mendes os objetivos deste intercâmbio passam por “fomentar a autoestima, desenvolver competências no âmbito da língua inglesa, conhecer novos hábitos e culturas”.

Grande parte dos alunos ficaram alojados em casa das famílias dos alunos portugueses. Este é também um modo de perceberem e viverem o dia-a-dia dessa família estabelecendo laços muito mais fortes e sendo quase que obrigatório comunicar em inglês.

A comunidade educativa está envolvida no projeto, nomeadamente professores, famílias no acolhimento, assistentes operacionais, associação de pais da Escola Básica e da Direção da Escola.

De acordo com a professora responsável pretende-se “dar continuidade desenvolvimento das "Friendships classes", atividades relacionadas com o ponto mais forte do projecto " Children's parlliament" onde são debatidos assuntos relacionados com as melhores formas de aprendizagem e outros temas que preocupam os alunos e que estes pretendem ver melhorados na escola de forma a torná-los mais felizes”.

No final destes dias em que decorreu o intercâmbio a Dra. Ana Paula Mendes destacou ter sido “muito positivo, tendo sido verificado um envolvimento de toda a comunidade escolar. A escola tornou-se mais coloridas, fortaleceram-se relações de amizades entre alunos, professores, pais e parceiros. Esta foi uma semana extenuante para todos mas penso que muito gratificante. Mal podemos esperar o próximo intercâmbio que será na Alemanha em janeiro do próximo ano”.

CM Lousada

 

Lousada: Comédias d´Outono começam hoje

O humor está de regresso ao Auditório Municipal com dois espetáculos que se inserem nas Comédias d`Outono.

Hoje, sobem ao palco do Auditório Municipal António Raminhos, Luís Filipe Borges e Marco Horácio com o espetáculo “2 é bom, 3 é demais”.

No sábado, dia 8, é a vez de entrarem em cena “Os improváveis” com as interpretações de Pedro Borges, Telmo Ramalho e Marta Borges.

Os bilhetes estão à venda no Auditório Municipal ou em ticketline.pt. Para informações adicionais pode ser contacto o número 961800798.

 CM Lousada

 

Lousada: “TAÇA D`TRIVELA JOGOU-SE EM FERIADO CHEIO DE GOLOS”

Nogueira 0-7 Lodares A3.jpg

Iniciou-se nesta quarta feira feriado a Taça D`Trivela, com a realização da 1ª Jornada da fase de grupos, registando-se um total de 23 golos em 5 jogos e mais uma vez o público disse presença no futebol das emoções em Lousada.

 

Grupo A - AR NOGUEIRA 0-7 ADC LODARES 
O Lodares estreou-se da melhor forma nesta edição da Taça D`Trivela ao bater no reduto da formação do Nogueira por expressivos 0-7. Os forasteiros abriram a contagem logo aos vinte minutos por Paulo Vale, ainda antes do fecho do primeiro tempo Marcelo e Oliveira fecharam o 0-3 no final dos primeiros quarenta e cinco minutos. Na segunda metade o Lodares entrou novamente a marcar por Pedro Silva, vantagem aumentada dois minutos depois por Pacheco que fez o 0-5. Numa manha inspirada dos artilheiros dos azuis e amarelos, Marcelo voltou a faturar fazendo o 0-6 e a fechar a contagem já perto do final Pacheco fez o 0-7 final que coloca o Lodares isolado na frente do Grupo A, onde Figueiras folgou. 

 

Grupo B  GRDC SANTO ESTÊVÃO 1-2 UCR BOIM 
Num jogo equilibrado o Boim saiu vencedor do terreno do Santo Estêvão, liderando o grupo na qual o S.Miguel que também integra o grupo folgou. Num início de jogo frenético com dois golos, uma para cada lado, Nelson Silva marcou para o Boim e Davide Silva para o Santo Estêvão, empate 1-1 até ao intervalo. Na segunda parte surge o golo do Boim que deu os três pontos apontado por Jorge Sampaio já na reta final do encontro. 

 

Grupo C – ESPERANÇAS CABO FC 3-5 OS PIENSES ACR 
Num dos jogos mais emocionantes desta 1ª jornada da Taça D`Trivela , em que os golos foram marca positiva com um total de 8, sendo o jogo com mais golos desta primeira jornada. Os da casa foram os primeiros a chegar ao golo Leandro abriu o marcador aos doze minutos. A resposta do Pienses não se fez tardar e Leonardo fez a igualdade, a reviravolta surge por Carlos Machado com dois golos fez o 1-2 e o 1.3 com que terminaria a primeira parte. No início da segunda metade o Esperanças Cabo reduziu 2-3 por Vítor Coelho, mas pouco depois Abílio Dias fez o 2-4 para os forasteiros, o Esperanças Cabo viria outra vez a entrar na luta pelo resultado novamente por Vítor Coelho que fez o 3-4, mas o Pienses voltou a responder e a colocar a diferença do marcador em dois golos por intermédio de Ricardo Leite que viria a fechar o resultado final em 3-5 para o Pienses que assim lidera ao Grupo C onde a CRACS Sousela também integrante folgou nesta primeira jornada. 

 

Grupo D (ADR AVELEDA 2-0 FC NESPEREIRA)

O detentor do título Aveleda entrou com o pé direito na Taça D`Trivela ao vencer a formação estreante o Nespereira por 2-0. Numa primeira parte de bom futebol com maior ascendente para a equipa da casa, onde o público esteve em massa no apoio aos adeptos. O Aveleda fez o 1-0 de grande penalidade cometida por Rui Costa sobre Tiago Magalhães na qual Luís Paulo converteu para o primeiro golo do jogo. Já em cima do intervalo o Aveleda aumentou a vantagem 2-0 por Tiago Magalhães, numa recarga na pequena área. Na segunda metade o jogo foi mais equilibrado não havendo mais golos apesar das oportunidades para as duas equipas.

 

Grupo D (CRISTELOS SC 3-0 AD LUSTOSA)

Num jogo entre equipas que bem se conhecem apesar de algumas mudanças notórias nas duas formações. As duas equipas entregaram-se ao jogo pela disputa dos três pontos num grupo equilibrado de quatro equipas. O Cristelos chegou à vantagem aos vinte minutos por Fábio Alves o artilheiro estreou-se a marcar pela camisola verde e branca, fazendo o 1-0 que iria se prolongar até ao final dos primeiros quarenta e cinco minutos. Na segunda metade o Cristelos fez o 2-0 por Messi, e já perto do final o central Pedro Pinto fez o 3-0 que dá a liderança no grupo ao Cristelos com os mesmos pontos de Aveleda.

AFA Lousada

 

Abertura da exposição “Objetiva Solidária” em Lousada

Na sexta-feira, dia 7, vai ser inaugurada a exposição dos trabalhos do concurso de fotografia de Lousada “Objetiva Solidária”.

A terceira edição do concurso tem abertura oficial no dia 18h00, na Biblioteca Municipal de Lousada.

Os trabalhos vão estar expostos, na Biblioteca Municipal, até dia 28 de outubro, e podem ser vistos à segunda- feira das 13h30 às18h30, de terça a sexta-feira entre as 9h30 e as 18h30, e ao sábado das 9h00 às13h00.

CM Lousada

 

Juventude Pacense vence 4º Torneio da Amizade em Patinagem Artística

14481871_1713320812324276_4406650820525188983_o.jpRealizou-se no passado fim-de-semana (1 e 2 de Outubro) em Coimbrões, Vila Nova de Gaia, o 4.º Torneio de Amizade, organizado pelo Sporting Clube de Coimbrões, com a participação de mais de cem atletas.

A secção Patinagem Artística do CDC Juventude Pacense, foi a grande vencedora por equipas desta edição de 2016.
Para além de ter conquistado o primeiro lugar por equipas, também conquistou vários primeiros lugares e lugares no podium.
Este ano tem sido uma época cheia de conquistas. A dedicação, empenho, espírito de grupo e esforço coletivo têm sido uma mais valia nesta seção que pretende continuar a dar cartas neste desporto a nível nacional e internacional.

Clube Desportivo e Cultural Juventude Pacense - Patinagem Artística

Jorge Sampaio visitou concelho de Paredes e inaugurou Centro Escolar de Cete e Parada

Chave de Ouro do Muncípio de Paredes.jpgFoi com a comparação a um país referência mundial na educação como a Finlândia que o antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, definiu o Centro Escolar de Cete e Parada de Todeia, depois da visita guiada às instalações que inaugurou. E que melhor elogio a Câmara Municipal de Paredes poderia receber pela aposta na ambiciosa Carta Educativa começada há 10 anos e agora concluída, que revolucionou o panorama educativo do concelho de Paredes.

Indo por partes, Jorge Sampaio deslocou-se esta terça-feira, 4 de outubro, ao concelho de Paredes, para inaugurar o Campo de Golfe do Aqueduto, visitar o Museu do Design do Mobiliário de Paredes e inaugurar o Centro Escolar de Cete. Cumpriu assim uma promessa feita há três anos mas que só agora lhe foi possível concretizar, depois de alguns adiamentos por circunstâncias imponderáveis. “Confesso que tive um dia magnífico”, reconheceu o antigo Presidente da República no discurso efetuado no centro escolar. “Primeiro no golfe e depois a ver as cadeiras do Museu (do Design de Mobiliário de Paredes), que é extraordinário”, prosseguiu.

“Mas confesso que a gente chega aqui e diz: ‘isto parece a Finlândia’. Tudo isto está bem pensado e esta é uma escola alegre, que convida ao convívio. É preciso ter bem presente que esta opção foi tomada há 10 anos e não tem resultados imediatos. Foi corajosa. Precisamos de políticas estáveis, sobretudo a Carta Educativa, com planeamento a médio prazo… ou a longo. Não há possibilidade de mudar se não formos ao fundamental e o fundamental era a escola”, enalteceu, louvando a decisão da Câmara Municipal de Paredes e do seu Presidente, Celso Ferreira.

“Eu também sempre disse com convicção profunda que o futuro são as escolas. Cada vez é preciso pensar melhor. O fosso gigantesco entre os mais ricos e os mais pobres só diminui com a educação. Parabéns a Paredes pela Carta Educativa, pela opção correta e também por esta escola e pelas outras do concelho”, fez questão de reconhecer Jorge Sampaio, que começou o discurso a agradecer “ao Gonçalo e à Beatriz”, alunos do Centro Escolar de Cete que apresentaram “de forma brilhante” a cerimónia.

Antes falou Celso Ferreira: “Ter aqui hoje o Dr. Jorge Sampaio é um motivo de enorme orgulho. Este é um dia de felicidade, embora a felicidade maior tenha sido quando as crianças vieram para este Centro Escolar. Fazer escolas é a parte mais fácil da carta educativa. O mais difícil é dar-lhes conteúdo para que sejam uma ferramenta de trabalho que possa produzir resultados na qualidade de vida destas crianças quando forem adultos”.

“No ano passado, Paredes teve pela primeira vez resultados escolares acima da média nacional em todas as escolas e isso só foi possível graças a estas novas escolas. É isto que queremos: ter melhores alunos. Não temos de ser um país de doutores e engenheiros, temos de ser um país de gente feliz com as suas opções. Não nos focámos na construção de escolas. Focámo-nos em medidas de inclusão, dando apoios sociais. Oitenta e cinco por cento das crianças de Paredes têm pelo menos um apoio social”, salientou o edil, reforçando: “Fomos pioneiros nas refeições grátis aos alunos do 1.º ciclo e fomos pioneiros nos 12 anos de escolaridade obrigatória”.

António Aguiar, Diretor do Agrupamento de Escolas, abriu a sessão de discursos na cerimónia de inauguração: “Este é um dia feliz para as freguesias de Cete e de Parada de Todeia, porque apesar da contestação inicial, hoje todos reconhecem o acerto da decisão. O município de Paredes tem conseguido realizar projetos, apesar das difíceis condições. A imagem das velhas escolas rapidamente se desvaneceu, dando lugar a estes magníficos centros escolares. Podemos encarar os anos vindouros com mais esperança e determinação”.

Tomás Correia, Presidente da Junta de Freguesia de Cete, falou em seguida: “É para nós um orgulho que este Centro Escolar de Cete e Parada de Todeia seja inaugurado pelo Dr. Jorge Sampaio. Não podíamos estar mais satisfeitos e muito satisfeitos estamos igualmente por estarmos a inaugurar uma escola integrada na aposta sem precedentes na educação de Celso Ferreira enquanto Presidente da Câmara Municipal, que contribuiu para a qualificação da população de Paredes e, em apenas 10 anos, transformar um dos piores concelhos de Portugal em resultados escolares num dos melhores”.

O orador seguinte foi Agostinho Pinto, Presidente da Junta de Freguesia de Parada de Todeia: “Fomos divergentes desta solução, é público. Mas soubemos estabelecer pontes com a comunidade e parcerias com a freguesia de Cete, e agradeço o contributo da Câmara Municipal de Paredes. É por isso que estou aqui. Pelo apoio à integração das nossas crianças e das nossas famílias no centro escolar. Parabéns à Câmara Municipal de Paredes e um agradecimento especial ao Dr. Jorge Sampaio”.

 

Campo de Golfe do Aqueduto também foi inaugurado

A visita do antigo Presidente da República a Paredes começara no entanto no Campo de Golfe do Aqueduto, que Jorge Sampaio também inaugurou. “Este campo já funciona há três anos, mas nós sabíamos muito bem quem queríamos que o inaugurasse. Nunca tivemos pressa e hoje muito nos honra a presença do Dr. Jorge Sampaio”, realçou Celso Ferreira.

“Sempre defendi a democratização do golfe como escola desportiva e de comportamento, e este Campo de Golfe do Aqueduto é um exemplo nacional. Paredes é certamente o concelho português com mais jovens a praticar golfe e a prática estende-se aos idosos e menos capazes, num exemplo de democracia e inclusão”, disse por seu turno Jorge Sampaio, aludindo às aulas gratuitas aos alunos das escolas de Paredes, aos idosos do Movimento Sénior e às pessoas portadoras de deficiência.

Na cerimónia de inauguração do Centro Escolar de Cete e Parada de Todeia, Celso Ferreira entregou a Jorge Sampaio a Chave de Honra do Município de Paredes.

CM Paredes

 

 

Paredes: Presidência Aberta de Celso Ferreira em Baltar com programa muito preenchido

Com a pequena Débora na inauguração da requaO Presidente da Câmara Municipal de Paredes escolheu Baltar para a realização da terceira Presidência Aberta do novo ciclo que está a promover. Um programa muito intenso, com visitas a bombeiros, empresas, escolas, instituições de solidariedade social e clubes. Houve inaugurações e lançamentos de projetos e realizaram-se ainda reuniões com as forças vivas da freguesia, que expuseram as dificuldades que enfrentam e para as quais o Executivo camarário apresentou propostas de resolução.

A Presidência Aberta começou com receção no Salão Nobre da Junta de Freguesia de Baltar, onde a Presidente, Conceição Rosendo, deu as boas vindas a todos. “É com grande honra que inicio esta Presidência Aberta. A grande paixão do Senhor Presidente é a educação e também é a minha. Mas nessa área está tudo feito. Outra vertente importante é o ambiente e temos de pensar num parque urbano. A terceira vertente é a juventude, porque com os idosos estamos muito bem e conseguimos tirar quase todas as pessoas da solidão. Em relação às obras, está tudo encaminhado e agradeço ao Sr. Presidente e ao ser vereador Manuel Fernando Rocha, que tem sido um amigo”, salientou Conceição Rosendo.

Celso Ferreira respondeu: “A Sr.ª Presidente falou em educação, ambiente e juventude. Eu acrescento atração de investimento e mobilidade. Hoje temos em Baltar uma zona industrial que não é a melhor de Paredes mas a melhor do norte do país. E há mais empresas que vão ser anunciadas muito em breve. Quanto à juventude, Baltar tem três pavilhões gimnodesportivos. Não há equipamento para futebol de onze, mas também vai haver muito em breve”.

“Relativamente à mobilidade, com a chegada do Andante a Paredes e com o alargamento dos transportes públicos da Área Metropolitana do Porto a Baltar, será muito mais fácil às pessoas chegar e partir da freguesia, já a partir de janeiro próximo”, disse ainda o autarca, deixando em seguida uma promessa: “Quanto ao Parque Urbano, temos interesse em adquirir o terreno para a sua implantação e a Sr.ª Presidente já está a negociá-lo, para começarmos mais este grande projeto”.

O programa prosseguiu com as visitas à Escola Secundária Daniel Faria e ao Centro Social e Paroquial, instituição à qual a autarquia ofereceu uma varinha mágica industrial para satisfazer uma necessidade imediata. Da deslocação ao Emaús, onde Celso Ferreira e o Executivo puderam aferir as necessidades mais prementes das instalações, resultou o compromisso da construção de novo balneário e instalações sanitárias. Ali, Celso Ferreira assinalou também a ausência dos elementos da comitiva da oposição: “Acompanharam-nos onde havia eleitores e a esta instituição em que as pessoas tanto necessitam de carinho, não vieram, porque não votam. É lamentável que assim procedam”.

Seguiram-se as visitas à EB 2,3 (Campus Educativo) e ao Colégio Casa Mãe e o Presidente da Câmara Municipal de Paredes fez um balanço da aposta na educação na freguesia: “Investimos dez milhões de euros na compra dos terrenos, nos acessos e nas duas escolas, investimentos nossos e não dos governos. Quisemos fazer as melhores escolas para os nossos alunos e temos as melhores escolas para os nossos alunos”.

 

Da escola para indústria, a Presidência Aberta centrou-se depois nas empresas de Baltar, num cruzamento entre modernidade e tradição com visita à Manitowoc, à Distribui e à Vygon, terminando na tradicional Serralharia Lebre. “Ninguém conseguia fazer o parque industrial e eu, ainda como vereador de Granja da Fonseca e com a ajuda do Sr. José Pataca, então Presidente da Junta de Baltar, consegui uma solução. Estamos a ajudar a transformar Baltar numa freguesia com um nível de desenvolvimento económico como não há no norte do país. As empresas vêm para cá porque damos incentivos e com investimento aqui, as pessoas de Baltar não precisam de sair da freguesia para trabalhar”, enalteceu Celso Ferreira.

O programa de sexta-feira terminou com a visita ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Baltar e com uma Noite Cultural no Largo Pereira Inácio. O dia seguinte começou com a visita guiada para os membros da comunidade educativa de Baltar ao novo Centro Escolar. “Bem-vindos ao Centro Escolar de Baltar e Vandoma, a última escola da carta educativa”, começou por dizer Celso Ferreira. “Não se trata de uma inauguração mas da abertura de portas, e por isso entregamos simbolicamente a chave da escola ao diretor do agrupamento, o Dr. António Joaquim Aguiar”, esclareceu ainda.

“Com muita pena nossa, a entrega desta escola ocorreu no início do ano letivo e não tivemos tempo de a mostrar aos pais, dai esta visita. São sítios de excelência de trabalho para professores e funcionários, mas os maiores beneficiários são os alunos. O ganho qualitativo é notório e houve uma melhoria nos resultados escolares”, reforçou o edil.

Foi depois lançada a primeira pedra do futuro complexo desportivo do União Sport Clube Baltar e a Presidência Aberta prosseguiu com a visita à cooperativa “O Ninho”, antes da inauguração da Capela de Nossa Senhora da Piedade, ou Capela da Quintã, que integra desde 2010 a Rota do Românico. A diretora da instituição, Rosário Correia Machado, fez um breve enquadramento histórico do edifício do século XIV, antes a inauguração.

Seguiu-se a visita às obras de alargamento da Rua Além do Rio, que a Junta de Freguesia executou com um orçamento de 17 mil euros e que que vão ser agora concluídas com a repavimentação pela Câmara Municipal de Paredes. Antes da inauguração simbólica da requalificação dos arranjos exteriores da Capela do Senhor dos Aflitos, onde a simpatia da pequena Débora de quatro anos foi contagiante, houve ainda tempo para se assistir a um jogo de futebol entre as camadas jovens do USC Baltar e do Aliança de Gandra.

Depois da também simbólica inauguração da Rua da Mámoa, foi lançado o arranque da obra de requalificação da Escola da Feira 2, que vai acolher o futuro quartel do GIPS, obra orçada em 119 mil euros com conclusão prevista para antes da próxima época de incêndios. A Presidência Aberta terminou com uma reunião com movimentos e associações de Baltar no Salão Nobre da Junta de Freguesia, onde foi assinado o protocolo de cedência das instalações da Escola da Feira 1 à Junta de Freguesia de Baltar. “Não estou em campanha eleitoral, porque não sou candidato, esta é uma reunião de trabalho. Criámos as Presidências Abertas para resolver os problemas das freguesias de forma sistemática, na presença de todos os vereadores”, fez questão de vincar Celso Ferreira.

A peça de teatro “No humor como na guerra”, da Tru’ peça - Associação de Teatro de Rebordosa, levada à cena no Baltararte, fechou o programa com uma nota cultural.

CM Paredes

 

 

Penafiel: ESCRITARIA COM ALICE VIEIRA

Capa_BruxaPrecisa-se-01.jpg

Mais de 150 crianças escreveram e ilustraram um conto dedicado à autora

A vida e a obra de Alice Vieira serão homenageadas por várias gerações

 

Alice Vieira, escritora, já consagrada, e que alcançou vários prémios literários sendo autora de inúmeros livros para o público infanto-juvenil ,e não só ,vai ser recebida em Penafiel com uma cidade “contaminada” com a sua obra e ainda com uma surpresa que é no mínimo inédita.

Cerca de 150 crianças do 4º ano, apoiadas por 10 professores, do Centro Escolar de Penafiel foram desafiadas a escrever e a ilustrar um conto infantil para dedicar a Alice Vieira e o resultado foi no mínimo surpreendente, tendo dado origem a um conto intitulado “BRUXA PRECISA-SE”,

O conto “Bruxa – Precisa-se” surgiu no âmbito da leitura e exploração do Livro “Graças e Desgraças da Corte de El-Rei Tadinho” da escritora Alice Vieira, pelos alunos do Centro Escolar de Penafiel.

Os docentes apelaram à imaginação e ao encantamento dos mais novos com que, dia a dia, as crianças os surpreendem nas salas de aula e convidaram-nas a entrar no Reino das Cem Janelas, onde vivia um monarca iluminado – El-Rei Tadinho.

Nessa obra El-Rei Tadinho mandou publicar um anúncio e os alunos do Centro Escolar de Penafiel não ficaram indiferentes e mergulharam no Reino das Cem Janelas para averiguar o que, de facto, o Rei necessitava para o ajudarem.

Consta que o anúncio reza assim:

"BRUXA – PRECISA-SE.

Que saiba encantar e desencantar com rapidez e perfeição. Regalias sociais consideráveis. De preferência já com estágio feito. Contrato de seis meses à experiência. Respostas pormenorizadas para El-Rei Tadinho – Palácio Real – 1854 – Reino das Cem Janelas Codex." O livro será apresentado no sábado dia 8 pelas 21h30 no Museu Municipal de Penafiel.

O Festival literário organizado pela Câmara Municipal de Penafiel e co-organizado pela Editorial Novembro vai decorrer de 6 a 9 de Outubro, transformando a cidade de Penafiel numa cidade de letras e histórias para (re) ler e descobrir do universo de Alice Vieira.

Depois de Urbano Tavares Rodrigues, José Saramago, Agustina Bessa-Luís, Mia Couto, António Lobo Antunes, Mário de Carvalho, Lídia Jorge e Mário Cláudio é agora a vez de destacar a vida e a obra de Alice Vieira, uma escritora cujo trabalho ultrapassa em muito o universo infanto juvenil e que alcançou já vários prémios literários.

Exposições diversas, teatro de rua, conferências, música, momentos de leitura e lançamento de livros são algumas das diversas iniciativas que vão marcar a Escritaria deste ano, sem esquecer os objetos que contaminam uma cidade inteira, prometendo interagir com leitores e transeuntes.

 

Feira do livro especial

Quando entre 2008 e 2016 passam pela Escritaria alguns dos mais consagrados escritores de língua Portuguesa, isso só poderia resultar numa feira do livro especial que será novidade e onde podem ser encontradas as obras dos autores homenageados, ao longo das várias edições, bem como, os livros que contam a história de cada evento.

A Escritaria vai decorrer de 6 a 9 de Outubro em Penafiel com um programa recheado de novidades que brevemente serão conhecidas mas, de onde se destaca o envolvimento das pessoas e a contaminação das ruas com literatura em homenagem e promoção à língua portuguesa.

Nas conferências participarão figuras nacionais cujas intervenções serão em torno da vida e da obra da autora.

CM Penafiel

 

Pág. 6/6