Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

Universidade Júnior de Paredes

 
Protocolo de colaboração com a Universidade do Porto premeia melhores alunos
 
A Câmara Municipal de Paredes celebrou um protocolo de cooperação com a Universidade do Porto – Universidade Júnior, na passada sexta-feira.
O principal objectivo prende-se com a colaboração da autarquia nas actividades da Universidade Júnior, durante as férias escolares, designadamente no que respeita à cedência de transporte gratuito aos jovens participantes e, ao mesmo tempo, visa premiar os melhores alunos das escolas Secundárias e EB 2/3, com o pagamento da respectiva propina.
O prémio será atribuído a 11 alunos, nomeados pelo Conselho Executivo das respectivas escolas, que para além do bom desempenho escolar são oriundos de famílias carenciadas e /ou com problemas de carácter social.
Consciente do papel importante que pode desempenhar no que respeita à formação qualificada dos jovens paredenses; interessada em apostar em estratégias que reduzam o alto índice de abandono escolar e preocupada com a construção individual dos percursos educativos dos jovens, de acordo com o protocolo, a Câmara Municipal compromete-se a apoiar alguns jovens no que concerne à propina de 75 euros semanal e ao transporte para e do Porto.
Estes alunos vão ter oportunidade de participar em cursos de Verão da Universidade do Porto, que pelo quarto ano consecutivo pretende reunir milhares de jovens de todo o país, na Universidade Júnior, tendo em consideração os estudantes do ensino básico e secundário.
Os alunos podem ter acesso a 14 universidades e vários centros de investigação, onde poderão desenvolver actividades nas áreas das Ciências, Letras e Artes.
De acordo com a vereadora Raquel Moreira da Silva, esta iniciativa permitirá aos jovens “vivenciar a vida pré-universitária”. “Desafiamos as escolas EB 2,3 e Secundárias a fazer a escolha dos melhores alunos do 9.º ao 11.º ano, com carências económicas/baixos rendimentos”.
Para o vice-reitor da Universidade do Porto, este protocolo de colaboração “reflecte uma nova atitude de relacionamento com a sociedade”. “Visa enquadrar mais jovens com capacidade de inteligência, mas com limitações de natureza sócio-económica que não têm acesso à universidade”.
Carlos Marques diz que se pretende, ao mesmo tempo, estimular os jovens para ir para a universidade. “No futuro os jovens que não tiverem formação de nível mais elevado haverá cada vez mais desemprego”.
Vê esta parceria com a autarquia paredense com “alegria e jubilo”, pois considera que “está apostada em criar condições para o desenvolvimento do concelho”.
Segundo o presidente da Câmara Municipal, Celso Ferreira, “as apostas do município em matéria de Educação “se calhar vão deixar de ser notícia, tal tem sido o comportamento referenciado em relação à “Educação”.
De acordo com Celso Ferreira este projecto faz parte de outro maior que tem como objectivo “desmistificar a educação e mostrar que a formação/educação está ao alcance de todos”.
Deseja que no futuro o município possa ver reforçado o número de jovens paredenses neste projecto da Universidade Júnior, onde têm oportunidade de viver e experimentar o que é a rotina de uma universidade.
Os jovens interessados poderão fazer a sua candidatura online (deverá estar disponível a partir de 23 de Março) através do site www.up.pt/universidadejunior, ou nos serviços do pelouro da Juventude da Câmara Municipal de Paredes.