Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

HOSPITAL DE PAÇOS DE FERREIRA PODERÁ SER REABILITADO ATÉ AO FINAL DO ANO

Consulta Aberta começa a funcionar no dia 18 de Agosto

Numa segunda fase, o edifício será alargado e haverá uma unidade de cuidados continuados móvel.

 
Pouco mais de um mês depois da obra ter arrancado, a Consulta Aberta (CA) do Hospital de Paços de Ferreira está pronta a arrancar no próximo dia 18 de Agosto. Com oito consultórios, a CA abre com consultas de medicina geral e de medicina dentária, com um horário das 8h às 22h de segunda-feira a sábado. A Hospaf – Nova Saúde, empresa constituída pela CESPU e pela Santa Casa da Misericórdia local, prevê, porém, que, até ao final do ano, disponibilize várias especialidades. Tal como é previsível que, até lá, possa avançar a intervenção no piso inferior, onde funcionará, em atendimento permanente, os Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica.
 
Com um investimento aproximado de 250 mil euros, a Consulta Aberta acolherá ainda especialidades como Otalmologia, Dermatologia, Pediatria, Obstetrícia, Cardiologia, Ortopedia, Medicina do Trabalho e Medicina Desportiva. Brevemente, arranca o estabelecimento de parcerias com seguradoras e com o Serviço Nacional de Saúde.
Prestes a avançar está a obra do piso inferior que acolherá os Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica. Pelo que António Almeida-Dias, presidente do grupo CESPU, arrisca: Estou convencido de que, até ao fim do ano, o hospital estará a funcionar conforme o projecto inicial e com todas as especialidades. Estamos fortemente empenhados neste plano”.
A faltar fica apenas a aprovação da candidatura, com cerca de dois anos, para a criação de uma unidade de cuidados continuados, no piso superior, o qual foi o primeiro a ser intervencionado, de forma a adaptar as casas de banho ao futuro uso das instalações. A unidade arrancará com 20 camas, um número que deverá ser duplicado com o alargamento do edifício da Santa Casa da Misericórdia.
É que, “numa segunda fase, o hospital irá ser alargado. Actualmente, o edifício tem uma configuração em U, transformando-se num quadrado”, explicou o provedor, Gomes Ribeiro.
De salientar que a primeira etapa da remodelação do Hospital de Paços de Ferreira, ou seja, sem ampliação, implicará um investimento de cerca de um milhão de euros para a Hospaf, empresa constituída para execução do projecto.
 
Cuidados continuados móveis
 
António Almeida-Dias adianta ainda que, uma vez implantada a unidade de cuidados continuados, deverá arrancar uma unidade móvel para assistir a idosos doentes, impedidos de sair de suas casas. Vamos tentar que, para além da unidade de cuidados continuados, venhamos a desempenhar uma série de acções para levar o hospital a casa das pessoas. Será uma unidade móvel com uma equipa multidisciplinar, avançou.
CESPU
Assessoria de Imprensa