Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

FERCASE PAREDES ROTA DOS MÓVEIS QUER REVERTER SITUAÇÃO

Em dia de descanso na Volta a Portugal

Apenas estão cumpridas quatro etapas de estrada na 70.ª edição da Volta a Portugal em Bicicleta e o mínimo que se pode dizer é que já houve de tudo um pouco: emoção, ataques e contra-ataques, montanha, planície, vento, chuva, sol. Para a Fercase-Paredes Rota dos Móveis também houve alguma desilusão pelo que agora é oportuno rever a estratégia e procurar reverter a situação, não perdendo de vista que o objectivo final é vencer a prova.
Foram apenas quatro etapas de estrada mas já fizeram mossa considerável no pelotão. A dureza do percurso associada à instabilidade climatérica (10 graus em Agosto na Serra da Estrela, com vento e chuva à mistura não lembra a ninguém) impõe o redefinir de estratégias e “sem deitar a toalha ao chão” a equipa comandada por Mário Rocha reconhece que vai ter de trabalhar muito para reverter a situação. “Sinceramente, acho que ainda está tudo em aberto, muito em especial no que se refere ao Francisco Mancebo e àquilo que ele ainda pode conquistar. Mas não será fácil. A primeira parte da prova foi um pouco estranha pelo que só posso acreditar que o que falta até à chegada a Felgueiras só pode ser melhor”, disse-nos.
Sem se deter em grandes pormenores, o director-desportivo da Fercase-Paredes Rota dos Móveis apenas fala do problema que afectou Eladio Jiménez, logo na etapa da Serra da Estrela. “Mal tínhamos partido e ele já estava vomitar o que o debilitou para o resto da etapa e comprometeu irremediavelmente as suas aspirações. No mais o grupo está bem fisicamente e consciente que na segunda parte da Volta tem de aparecer e fazer bastante melhor do que o conseguido até ao momento”.
O dia de descanso foi aproveitado para recuperar energias com a equipa a cumprir repouso activo com uma saída de pouco mais de hora e meia. A outro nível, e numa prova que deixou bem clara quão intensa é a paixão pelo ciclismo – foram largas centenas a cumprir o percurso da “Etapa da Volta” – Mário Rocha e demais elementos do staff técnico engrossaram o pelotão que alinhou para cumprir uma jornada cicloturística que percorreu a região viseense.