Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

Albano Esteves Martins será o candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Paredes

 

O núcleo do Bloco de Esquerda de Paredes em consonância com o órgão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda do Porto decidiu avançar com a sua candidatura aos órgãos autárquicos do Município de Paredes.

Sob o lema “Esquerda de Confiança”, a candidatura autárquica do Bloco de Esquerda, em Paredes, assume uma grande responsabilidade: alterar um cenário completamente esgotado de sucessivas maiorias do PSD. Celso Ferreira, com os seus recorrentes e desesperados anúncios de última hora de obras mais ou menos megalómanas, de obras mais ou menos inconsequentes, não consegue ocultar que os verdadeiros problemas de Paredes estão por resolver. As lutas, divergências e quezílias no seio do próprio Executivo, necessariamente decorrentes da sua gestão, evidenciam tanto a sua incapacidade como o
esgotamento da sua proposta. A candidatura do Bloco de Esquerda pretende representar ainda, à esquerda, uma alternativa de confiança, que se recusa a seguir os caminhos do facilitismo e de mero cálculo eleitoral do Partido Socialista.

Albano Esteves Martins será o candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Paredes. Estamos certos que ao ter divergido do Partido Socialista, mantendo-se fiel aos seus princípios e ideais, este rosto representa, à esquerda, pela sua experiência e
capacidades políticas, a mudança que Paredes tanto precisa.

Adriano Pereira Campos, estudante universitário e membro da Coordenadora Nacional de Jovens do Bloco de Esquerda, será o primeiro candidato à Assembleia Municipal de Paredes.

Agostinho Moreira Ferreira, marceneiro, encabeçará a lista à Freguesia de Rebordosa.

O Bloco de Esquerda será fiel aos seus princípios de defesa dos serviços públicos de qualidade, seja na saúde, cultura, transportes, acção social, educação e abastecimentos urbanos; na aposta duma política de urbanização sustentável e democrática; por uma política de emprego e apoio à formação real e consequente; pela participação democrática dos cidadãos e pelo combate à corrupção e burocratização nos negócios municipais.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.