Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

VI Simpósio de Futebol e Futsal em Paços de Ferreira

Dia 1 dez 2016

Auditório da Associação Empresarial de Paços de Ferreira

A iniciativa, promovida pelo Professor José Neto e com o apoio da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, junta vários especialistas ligados ao ensino, à atividade desportiva profissional e amador que vão abordar questões diversas.

É mais um evento inserido no Ano Municipal da Juventude, instituído pelo atual Executivo Municipal.

CM Paços de Ferreira

Jovem de Paços de Ferreira apresenta livro sobre doença metabólica muito rara

thumbnail_02_Cartaz_VivereconvivercomodesconhecidoNo próximo sábado, dia19 de Novembro, às 18 horas, Patrícia Pereira, uma jovem de residente na freguesia de Carvalhosa, Paços de Ferreira, apresentará, no salão nobre dos Paços do Concelho, o seu primeiro livro de autor, intitulado "Viver e Conviver com o desconhecido".

O livro relata, na primeira pessoa, a experiência de lidar com uma doença metabólica muito rara, denominada "acidúria orgânica 3 hidroxi 3 metilglutárica" (3HMG).

"É a história de alguém, que com a ajuda da sua família, e principalmente dos seus pais, e dos seus médicos, foi aprendendo a viver com o "desconhecido", todos tivemos medos, mas todos juntos fomos crescendo e aprendendo, e descobrindo todos os dias algo novo sobre esta doença" afirma a autora. "Não me proíbe em nada de ser quem quero ser, faz-me sentir estranha, desconfortável, mas não altera a minha vida. "Obriga-me" a ser mais responsável, a cuidar mais de mim, mas no fundo sou uma mulher normal, sou tudo aquilo que quero ser", conclui Patrícia Pereira.

A jovem escritora é natural de Penamaior, freguesia de Paços de Ferreira, apesar de ter nascido na Maternidade de Júlio Dinis, no Porto. Na terra natal, onde viveu durante cinco anos, até a família decidir viver na freguesia vizinha de Carvalhosa, passou momentos inesquecíveis na infância e "venceu" aquela que foi a primeira grande etapa da vida. Foi em Penamaior que frequentou e concluiu a escola primária.

Em 2009, Patrícia Pereira concluiu o 9º ano, no curso de Cozinha e Pastelaria, no instituto Nun'Alvres, em Santo Tirso, e foi também nessa altura, após o fim do curso, que voltou a Paços de Ferreira para ingressar na Escola Profissional Vértice, em Animação sociocultural, e concluir o ensino secundário.

"Resolvi escrever este livro para chamar a atenção de uma doença desconhecida do grande público e ainda desconhecida de alguns sectores da Medicina, embora, no nosso país, haja cada vez mais crianças afetadas por esta doença genética. Quero dar um contributo para ajudar todas as pessoas que sofrem com acidúria orgânica 3 hidroxi 3 metilglutárica (3HMG)" explica.

A apresentação do livro será feita pela Professora Doutora Elisa Leão, médica especialista em doenças metabólicas no Hospital de S. João, no Porto, e docente universitária que abordará a complexidade desta doença.

Estará presente no lançamento do livro uma equipa médica de especialistas de renome nacional e internacional ligada às doenças de foro metabólico.

A iniciativa insere-se no Ano Municipal da Juventude, instituído em 2016, pelo atual Executivo Municipal.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, Humberto Brito, "o Executivo Camarário  tem tido a preocupação de ajudar a descobrir novos talentos no nosso concelho, nas mais diversas vertentes da arte e do saber, e de alavancar iniciativas de jovens que resolvem escrever as suas experiências de vida".

"São histórias como esta que nos desafiam a compreender a vida e a superar obstáculos que julgamos intransponíveis" frisa Humberto Brito.

 CM Paços de Ferreira

ESCOLA DE NATAÇÃO DO CLUBE AQUÁTICO PACENSE: ENSINAR ENTRE OS MELHORES

DSC_0794.jpgNo passado dia 5 de Novembro teve lugar no Instituto Superior da Maia a II Convenção Portuguesa de Natação que culminou com um jantar de gala no Sheraton Porto Hotel. Neste jantar de gala, para além da distinção dos atletas e treinadores que mais se destacaram na última época desportiva nas várias disciplinas sob a égide da Federação Portuguesa de Natação, foram ainda atribuídas as certificações de qualidade às escolas de natação. O processo de certificação das escolas de natação em Portugal, iniciado à 3 anos pela Federação Portuguesa de Natação, pretende acrescentar valor a todas as escolas de natação nele envolvidas, numa perspetiva de melhoria do ensino da natação, como forma de influenciar positivamente o desenvolvimento das modalidade desportivas aquáticas, de recreação e de promoção da atividade física e saúde. A certificação das escolas de natação encontra-se dividida em 4 níveis ou patamares: Inicial, Prata, Ouro e Excelência, sendo esta certificação progressiva, ou seja, uma escola só pode aceder ao nível II – Prata, após alcançar o nível I – Inicial e assim progressivamente. Depois de na época passada a Escola de Natação do Clube Aquático Pacense ter sido uma das 23 escolas de natação do país a obter o Certificado de Qualidade Inicial – Nível I, na presente época a escola pacense logrou alcançar o nível II - prata, atualmente o nível mais elevado atribuído em Portugal, sendo que das 23 escolas certificadas com o nível I – Inicial na época passada e por isso em condições de acederem ao nível II – Prata, apenas 8 o conseguiram. A Escola de Natação do Clube Aquático Pacense reforça assim o seu estatuto de escola de referência em Portugal no que ao ensino da natação diz respeito.

Escola de Natação do Clube Aquático Pacense

 

 

Paços de Ferreira: Incubadora da Moveltex atraiu cinco novas empresas em apenas oito meses

A Moveltex disponibiliza aos empreendedores um serviço profissional de incubação que, nos últimos 8 meses, atraiu 5 novos projetos em diferentes áreas de negócio e estágios de maturação.

A incubadora da Moveltex é um instrumento ao serviço das empresas e da economia do Concelho de Paços de Ferreira e da região. Estão hoje na Moveltex 8 empresas incubadas, algumas em funcionamento e outras a dar os primeiros passos.

A Moveltex tem contactos para novos projetos iniciarem em breve a atividade e ainda têm disponibilidade para albergar empresas em regime de incubação física e virtual.

Além de oferecer boas condições para se instalarem com facilidade, a Moveltex facilita apoio técnico para as diferentes fases da empresa (da criação ao seu desenvolvimento), assim como pode auxiliar a encontrar parceiros de negócios ou a estabelecer a ponte com as empresas locais. Por esta razão, é entendimento da direção da Moveltex que serão projetos prioritários para incubar aqueles que se destinem a suprir carências identificadas nos principais setores de atividade da região (têxtil/vestuário e mobiliário) ou que se revistam de um carácter inovador e/ou tecnológico, com potencial para criar valor e de auxiliar as empresas da região.

O site da instituição (www.moveltex) já está disponível e nele pode encontrar a informação necessária para poder utilizar e/ou aceder à infraestrutura de incubação.

A Moveltex é a sucessora da Tecval e tem as suas instalações no centro da cidade de paços de Ferreira, num dos edifícios das antigas instalações da Esquadra 12, ocupando uma área de quase 600m2.

Na sequência da alteração ao objeto social, que deixou de ser exclusivamente a incubação de empresas, foi também alterado a designação, para se ajustar mais aquilo que é hoje a atividade da instituição.

A Moveltex tem estado a coordenar diferentes projetos de apoio às empresas de paços de ferreira. Entre os mais visíveis estão a rede de lojas da Capital Europeia do Móvel e a exposição Seven Seas, realizada no terminal de Leixões, mas há mais projetos em curso e outros na forja, nomeadamente o selo de certificação Capital Europeia do Móvel, a Fábrica da inovação e o centro de competências.

Os sócios da Moveltex, Câmara Municipal, Associação Empresarial e Profisousa, reúnem quinzenalmente, tendo em vista o apoio ao tecido económico local, realizando um conjunto de ações previstas no plano estratégico para os setores do mobiliário e têxtil. Este diálogo permanente e constante constitui uma prática sem paralelo na história do concelho, no que ao desenvolvimento económico diz respeito. Desta concertação resulta naturalmente o aprofundamento da tomada de decisões por parte do município, ouvindo os seus parceiros locais, com quem partilha responsabilidades.

Moveltex

 

Câmara de Paços de Ferreira institui “2017 - Ano Municipal da Igualdade”

IMG_3296.JPGO Executivo Municipal de Paços de Ferreira decidiu instituir 2017 como Ano Municipal da Igualdade.  O Presidente da Câmara Municipal, Humberto Brito, considera que “se trata de um tema abrangente a toda a comunidade local e às mais diversas áreas da sociedade, porque somos um concelho de iguais entre iguais, onde ninguém está acima de ninguém”, sublinhando que as grandes opções políticas do Município para 2017 assentam no reforço da igualdade de oportunidade para todos, sem exceção, seja ao nível de acesso à Educação, ao Emprego, à Habitação, à Qualidade de Vida (Desporto e Mobilidade Social, Integração social) ou da igualdade de género.

Sendo a Câmara Municipal uma entidade representante do coletivo social, recebe legitimidade do povo e, portanto, deve ser fortemente responsável pela condição de afirmação do sujeito social.

Nesse sentido, “O atual Executivo luta diariamente por um concelho igual para todos, independentemente, da condição social e cultural de cada um, do género, ou das opções religiosas e políticas dos cidadãos”, frisa Humberto Brito.

Importa, pois, assegurar que, num tempo de grande mudança tecnológica, à escala global, que transforma mentalidades e que coloca novos desafios, quer às instituições, às associações, às empresas ou aos trabalhadores, a afirmação política de Igualdade, sinónimo de coesão social e de modernidade, afirma-se como elo unificador e pacificador da comunidade local e dos seus Munícipes.

 

QUEM É A MICAELA JORGE?

A escritora pacense Micaela Jorge, de 25 anos, Mestre em Psicologia da Justiça, será a comissária do Ano Municipal da Igualdade. Micaela Jorge é já uma referência nacional. Teve a coragem de publicar o livro “História de Vida – Por Ti e Para Ti” sobre violência doméstica, em que descreve na primeira pessoa um intenso testemunho da sua própria vida.

Micaela Jorge é, também, técnica de Gerontologia e licenciada em Psicologia, pelo que reúne todas as condições para o exercício da função, com uma forte experiência de vida adquirida, que lhe permitirá desenvolver e partilhar experiências de interajuda social. “Estamos certos que a sua juventude e a sua capacidade mobilizadora e empreendedora na área social serão um importante contributo para o reforço de uma comunidade melhor e com oportunidade igual para todos”, conclui Humberto Brito. 

 CM Paços de Ferreira 

Águas de Paços de Ferreira associa-se à Onda Rosa

De forma a consciencializar, colaboradores e clientes, para a problemática do Cancro da Mama, a Águas de Paços de Ferreira associa-se à Onda Rosa promovida pela Liga Portuguesa Contra o Cancro. Para tal, revestiu a fachada da sua loja com um laço cor de rosa e até ao final do mês vai entregar flyers explicativos desta doença e as formas de preveni-la.

O mês de outubro é assinalado por duas efemérides: a 15 de outubro assinala-se o Dia Mundial da Saúde da Mama e a 30 de outubro o Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama. É neste período que o Departamento de Educação para a Saúde desenvolve o movimento "Onda Rosa" procurando incentivar à prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama. No ano 2015 mais de 300 instituições aderiram a este movimento, abrangendo milhares de pessoas e tornando a "Onda Rosa" num sucesso.

 

DURANTE O MÊS DE OUTUBRO COR ROSA ALASTRA-SE POR TODO O MUNDO

O movimento conhecido como outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controlo do cancro da mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de promover a consciencialização sobre a doença e partilhar informações sobre o cancro de mama. Um pouco por todo o mundo, durante este mês, a cor rosa alastra-se com o objetivo de permitir sensibilizar a população para a temática da prevenção e diagnóstico precoce do cancro da mama.

Águas de Paços de Ferreira

Paços de Ferreira: Cruz Vermelha de Frazão promove o 1º SHOW ROOM SOLIDÁRIO

Uma sinergia de vontades fez a Cruz Vermelha de Frazão (CVP Frazão), freguesia do concelho de Paços de Ferreira, lançar-se num novo desafio: 1º SHOW ROOM SOLIDÁRIO, mobiliário e decoração. Absorvendo o ícone concelhio da Capital Europeia do Móvel, a CVP Frazão pretende levar a efeito uma semana intensa de mostra e venda de móveis e decorações.

Num contexto de dificuldades económicas globais, quer das instituições, quer das famílias e quer mesmo da própria indústria, inclusive do mobiliário, a CVP Frazão quer fazer deste 1º SHOW ROOM SOLIDÁRIO, uma oportunidade de bons negócios para a população.

Abrem as portas desta iniciativa com o apoio de uma fatia considerável de empresas concelhias, de qualidade insuspeita, não fosse este o concelho da Capital Europeia do Móvel, que em muito têm contribuído para o bom funcionamento desta instituição. Ao longo dos anos, foram as empresas, juntamente com a população local, os grandes responsáveis pela criação desta Delegação e sua continuidade.

Os voluntários são o baluarte, os pilares fundamentais da caminhada feita ao longo dos últimos 24 anos. Do barraco de chapas, na sua génese, até às instalações atuais, muitos foram os que elevaram o bom nome desta casa. Deram horas, dias, meses e anos, sem nunca esperarem ser recompensados, unicamente pelo amor à tão nobre causa do bem servir.

A população tem tido um contributo fundamental na ajuda permanente e no respeito com que trata os membros da CVP Frazão. Muitas são as iniciativas levadas a cabo pela Delegação, onde a população nunca se desmarca, diz sempre presente. A vontade de ajudar é o reconhecimento natural do bom nome que a casa goza junto da comunidade. 

As empresas são acima de tudo o contributo fundamental, especialmente em termos económicos. Imbuídos de um espírito abnegado são a pedra angular, onde assenta a instituição. São largos os episódios de dádivas à CVP Frazão: viaturas, tendas, materiais de construção, móveis, um sem número de bens que contribuem para o bom desempenho junto da população. Batem à porta e das empresas e são sempre bem recebidos.

O poder autárquico tem sido também um forte aliado da CVP Frazão, contribuiu ao longo dos anos na medida das possibilidades, com tudo o que tem sido solicitado. Junta de Freguesia e Câmara Municipal foram, são e serão parceiros fundamentais.

A CVP de Frazão iniciou a sua demanda no socorro e transporte de doentes, mantendo a sua atividade e tem nela o sustentáculo da casa. Os anos foram passando e as adaptações foram sendo necessárias. O apoio social passou a ser uma necessidade premente. Hoje responde com bens de primeira necessidade à população carenciada do concelho. São alimentos, produtos de higiene, móveis, eletrodomésticos, um sem números de apoios concedidos. Estes produtos só chegam à população porque existe uma consciencialização, especialmente das empresas, para a chamada responsabilidade social. Os empresários de hoje preocupam-se.

Atendendo às múltiplas respostas dadas, aumentando assim as despesas da instituição, partiram para uma iniciativa congregadora de vontades.

O 1º SHOW ROOM SOLIDÁRIO será desta forma um motivo de oportunidades: a população poderá comprar móveis de qualidade superior, a preços reduzidos; as empresas darão continuidade à sua responsabilidade social; e por último a CVP Frazão abrirá as portas da sua casa a toda a população, podendo assim amealhar alguns fundos tão necessários quanto fundamentais à sua demanda: “ajude-nos a ajudar”.

Desde o dia 15 até ao dia 22 de outubro as portas estarão abertas na sede da Cruz Vermelha de Frazão, Paços de Ferreira, bem como a página da web:http://www.cvp-frazao.com/, também terá o catálogo de oferta.

Ao visitar habilita-se ao sorteio de um móvel. No final do 1º SHOW ROOM SOLIDÁRIO, será sorteado 1 móvel entre todos os visitantes.

O mote está lançado: ao comprar estamos a ajudar.

CM Paços de Ferreira

Jovem de Paços de Ferreira lança o primeiro livro, no Ano Municipal da Juventude

14572007_1304210232923727_1323897344_o.jpgLetícia Brito nascida a 3 de dezembro de 1996, natural e residente no Município de Paços de Ferreira, é uma jovem apaixonada pela escrita.

Formada em Fotografia, outra das áreas que a apaixona, ambiciona prosseguir o sonho que a move desde os 10 anos, quando começou a dar os primeiros passos na escrita enquanto tentava imitar a irmã mais velha.

Em 2010 colaborou com o jornal “Tribuna Pacense” escrevendo desde crónicas, artigos de opinião, cartas e prosa.

A autora tem uma escrita irreverente, dramática, intimista e sobretudo romântica. Abordando desde temas como a política, a sociedade à impressibilidade do amor, é uma apaixonada pela vida.

Escreve com a alma e os seus textos tem sido protagonistas em grandes comunidades nas redes sociais, atingindo várias partes do mundo, cativando não somente os portugueses, mas até brasileiros com quem já tem colunas oficiais.

Entre 2013 e 2015 teve a oportunidade de fazer estágios nos jornais de Paços de Ferreira (Tribuna Pacense e Imediato) o que lhe permitiu uma integração maior no mundo da escrita.

Em Outubro de 2015, Letícia Brito foi a grande vencedora do concurso nacional “Geração Arte” promovido pelo diário “Correio da Manhã”.

Vê agora o seu sonho de menina ser concretizado, assinando a sua primeira obra “Nos Braços Do Vagabundo”, um thriller cativante e dramático, sobre uma das temáticas que tem sensibilizado o mundo no último século; a depressão, aliado ao sentimento mais poderoso de todos – o amor.

 

CM Paços de Ferreira

Presidente da Câmara de Paços de Ferreira vai propor a anulação de todas as agregações de Freguesia do Concelho

foto1 (1).jpgUm grupo de Cidadãos de Lamoso e Codessos entregou, ontem à noite, ao Presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira uma petição popular com 1500 assinaturas, pedindo a Humberto Brito que faça todos os esforços junto do Governo e da Assembleia da República para que seja anulada agregação daquelas freguesias. 

O Movimento de Cidadãos Devolver a Terra ao seu Povo é a favor da desagregação da freguesia de Sanfins, Lamoso e Codessos (concelho de Paços de Ferreira) porque, na consulta popular que o Movimento de Cidadãos realizou, 90% da população quer a desagregação total e 65 % das pessoas preferia agregar as localidades de Lamoso e Codessos, que foram outrora uma única freguesia.

Humberto Brito ouviu com muita atenção os cidadãos e garantiu que irá colocar em sede de Executivo e, posteriormente, na Assembleia Municipal, uma proposta no sentido de pedir a anulação de todas as agregações de Freguesia no concelho, e se reponha o mapa anterior, deixando, no entanto, a cada freguesia a decisão sobre este assunto.

O Presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira considera que o mapeamento administrativo não teve em conta a vontade popular, tendo sido uma imposição desenhada a régua e esquadro, sem contemplar as caraterísticas sociais, económicas e culturais de cada localidade agregada.

 CM Paços de Ferreira

Juventude Pacense vence 4º Torneio da Amizade em Patinagem Artística

14481871_1713320812324276_4406650820525188983_o.jpRealizou-se no passado fim-de-semana (1 e 2 de Outubro) em Coimbrões, Vila Nova de Gaia, o 4.º Torneio de Amizade, organizado pelo Sporting Clube de Coimbrões, com a participação de mais de cem atletas.

A secção Patinagem Artística do CDC Juventude Pacense, foi a grande vencedora por equipas desta edição de 2016.
Para além de ter conquistado o primeiro lugar por equipas, também conquistou vários primeiros lugares e lugares no podium.
Este ano tem sido uma época cheia de conquistas. A dedicação, empenho, espírito de grupo e esforço coletivo têm sido uma mais valia nesta seção que pretende continuar a dar cartas neste desporto a nível nacional e internacional.

Clube Desportivo e Cultural Juventude Pacense - Patinagem Artística

Humberto Brito eleito diretor de projetos da ADERSOUSA

Humberto Brito, presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, foi eleito diretor de projetos da ADERSOUSA - Associação de Desenvolvimento Rural das Terras do Sousa, Associação de Desenvolvimento Rural das Terras do Sousa. O autarca de Paços de Ferreira foi escolhido por todos os autarcas e associados da instituição.

A ADER-SOUSA foi fundada no dia 20 de setembro de 1991, ficando consagrado nos estatutos que "é de âmbito local, incidindo a sua atividade nos concelhos de Paços de Ferreira, Felgueiras, Lousada, Paredes e Penafiel e áreas vizinhas envolventes", tendo como fins "a promoção do desenvolvimento rural a nível local, tendente à melhoria das condições sociais, culturais e económicas das populações, nomeadamente a promoção das atividades do sector agrícola, do artesanato, dos serviços e do turismo."

A Associação tem por fins a promoção do desenvolvimento regional e local, tendente à melhoria das condições sociais, culturais e económicas das respetivas populações.

Humberto Brito ao assumir esta função, assume a responsabilidade pela gestão de distribuição de fundos comunitários para projetos cujas candidaturas venham a ser submetidas à ADERSOUSA.

 CM Paços de Ferreira

Estão abertas as inscrições para mais um ano letivo da Universidade Sénior de Paços de Ferreira

inicio ano letivo peq..jpgEstão abertas as inscrições para mais um ano letivo da Universidade Sénior de Paços de Ferreira. A ProSénior oferece um leque bastante alargado de disciplinas, desde o português às línguas estrangeiras, aprendizagem das novas tecnologias, trabalhos manuais e artísticos, atividade física, saúde e música. Este ano, dentro das disciplinas relacionadas com a saúde e bem-estar, temos uma novidade: Terapias Alternativas.

Além das disciplinas propostas, os alunos têm a oportunidade de participar em concursos de grupos musicais, de teatro e de cultura geral, assim como integrar visitas de estudo e muitos momentos de convívio…

Para fazer parte deste grupo, não importa a escolaridade que tem, basta ter mais de 50 anos, ou ser reformado/a, e ter muita vontade de aprender coisas novas e de partilhar experiências.

A taxa de inscrição é de 15 euros (inclui Seguro de Acidentes Pessoais Seniores Escolares) e a mensalidade é de 10 euros.

A sessão de abertura do ano letivo está já prevista para dia 30 de setembro e as aulas começarão logo na primeira segunda-feira de outubro, dia 3.

Mais informações: Profisousa (Antiga Esquadra 12), Av. Dr. Nicolau Carneiro, 196 | Paços de Ferreira | Telefone: 255 147 314 | Telem. 916 096 155 | Email: prosenior@profisousa.pt

INSCREVA-SE JÁ!

 

Universidade Sénior de Paços de Ferreira

Paços de Ferreira: Mercado Medieval de Freamunde

Mercado Medieval.jpg

Organizado pela Junta de Freguesia de Freamunde, em parceria com a Câmara Municipal de Paços de Ferreira, começa hoje à tarde (cerca das 18 horas) o primeiro Mercado Medieval de Freamunde. 

O evento, com sabores, danças, ofícios e trajes alusivos à época Medieval, decorrerá até domingo no centro da cidade de Freamunde, no Largo 1º de Maio. A entrada é livre.

 

Horário:

02 SET - 18H00 - 24H00

03 SET – 11H00 – 24H00

04 SET – 11H00 – 22H30

ENTRADA LIVRE

CM Paços de Ferreira