Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vale do Sousa em Destaque

Castelo de Paiva - Felgueiras - Lousada - Paços de Ferreira - Paredes - Penafiel

Câmara de Paços de Ferreira institui 2017 - Ano Municipal da Igualdade

A Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, enalteceu a decisão tomada pelo Executivo Municipal de Paços de Ferreira, ao instituir 2017 como o Ano Municipal da Igualdade.

A governante, que presidiu este domingo (dia 8 de janeiro) à cerimónia de Inauguração do Ano Municipal da Igualdade, cerimónia realizada no salão nobre dos Paços do Concelho de Paços de Ferreira, sublinhou a importância de as Autarquias e os cidadãos se envolverem, permanentemente, na luta contra a discriminação, seja de raça, credo, género ou outras.

Por seu lado, Humberto Brito, presidente da Câmara de Paços de Ferreira, reafirmou que “nos últimos três anos, através do nosso discurso e sobretudo das nossas ações temos vindo a apelar à construção de uma nova identidade em Paços de Ferreira, que valoriza o principal património do concelho, que são as pessoas”. 

Hoje, “Paços de Ferreira é um concelho com uma energia positiva. Um concelho solidário, mais fraterno, onde o sonho e a esperança têm lugar porque é possível acreditar”, disse. Um concelho “que trata o operário e o empresário, o pobre e o rico, os homens e as mulheres, as crianças, jovens, adultos e idosos, como cidadãos com direitos e deveres iguais”.

“Cortamos em 2013 o cordão umbilical do pessimismo, da descrença, da falta de confiança no futuro, do desânimo e da falta de energia, da falta de ideias, da entrega de cada um à sua sorte”, sublinhando: “Ao longo dos últimos três anos, com todos os constrangimentos financeiros e conhecidos de todos, criamos laços com o dinamismo, com o entusiasmo, com uma nova energia e uma nova esperança. Nunca baixamos os braços, ou nos deixamos conformar”. 

Resultado desta vontade, Paços de Ferreira é hoje, o concelho da região norte que mais reduziu na taxa de desemprego nos últimos três anos. E é, também, o concelho da região que teve a menor taxa de emigração. “O que se deve ao espírito, generosidade, crença e resiliência, deste povo empreendedor, capaz de contornar as maiores adversidades. Cinco mil Empresas num raio de cinco quilómetros! É um orgulho para todos nós!”, concluiu o Presidente da Câmara de Paços de Ferreira.

Micaela Jorge, de 25 anos, natural e residente em Paços de Ferreira, Mestre em Psicologia da Justiça, é a Comissária do Ano Municipal da Igualdade, tendo realçado que o mérito desta escolha, por parte do presidente da Câmara, “justifica-se pelas orientações estratégicas que nortearão a agenda do Ano Municipal da Igualdade: uma agenda que se revelará imbuída de um forte positivismo pela condição e respeito pelos nossos concidadãos, pelas suas diferenças e semelhanças, porquanto o que se promoverá e festejará é a IGUALDADE”.

“É justamente para isso que nos propomos trabalhar, para que Paços de Ferreira se orgulhe, da sua escolha e da escolha do seu executivo, em se tornar um concelho pioneiro em matéria de uma política social igualitária”, concluiu.

A cerimónia ficou assinalada com um Concerto de Ano Novo e com a leitura e assinatura do Compromisso do Município de Paços de Ferreira com a Igualdade, tendo por base a elaboração do Plano Municipal para a Igualdade, como instrumento de promoção do exercício dos direitos de cidadania, aos mais diversos níveis de atuação em termos de administração política e territorial.

O artigo 13 da constituição da república portuguesa estabelece o princípio da igualdade como um dos direitos fundamentais dos nossos concidadãos. Assim:

1. Todos os cidadãos têm a mesma dignidade social e são iguais perante a lei.

2. Ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual.

CM Paços de Ferreira

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.